Dicas no plantio de feijão

feijao2_G

Grande parte da produção de feijão no Brasil vem da agricultura familiar. Esse tipo de produção representa cerca de 60% de toda produção nacional. Daí o porquê desse setor não ser muito especializado.

Grandes produtores optam por produzir a leguminosa como uma aposta de curto prazo em meio a suas outras atividades.

O feijão comum é cultivado para obtenção de suas sementes que serão destinadas ao consumo. Hoje, há um grande número de variedades cultivadas; que variam em cores, formas e tamanhos. A seguir, você acompanha algumas dicas cruciais para uma plantação de feijão eficaz, que trará ótimos resultados.

Clima: a temperatura deve variar entre 15ºC e 30ºC durante todo o ciclo de cultivo da planta. O ideal é entre 18ºC e 25ºC. O feijão não suporta geadas e baixas temperaturas.
Luminosidade: necessita de alta luminosidade (luz solar direta, por exemplo). Em regiões com maior intensidade de radiação solar, a plantação de feijão pode ficar parcialmente sombreada por plantas mais altas cultivadas na mesma área, como o milho.
Solo: este precisa estar bem drenado, fértil e rico em matéria orgânica, com pH entre 5,5 e 6,5. A irrigação precisa ser feita de forma a manter o solo sempre úmido, mas sem deixá-lo encharcado.
Plantio: as sementes deverão ser colocadas no local definitivo, a uma profundidade de 3 cm a 7 cm (3 ou 4 se o solo for pesado ou a uma profundidade maior se o solo for leve).

O espaçamento pode variar de acordo com a variedade a ser cultivada e com as condições desse cultivo. O espaçamento padrão é de 40 a 60 cm entre as linhas e 7 a 10 cm entre as plantas. No primeiro mês de cultivo, é essencial que plantas invasoras sejam retiradas, pois essas podem estar concorrendo por recursos e nutrientes.
Colheita: é geralmente feita de 80 a 100 dias após a germinação. As vagens secas podem ser colhidas manualmente em plantações pequenas. Em plantações maiores, a colheita é feita quando cerca de 90% das vagens estão secas, cortando ou arrancando as plantas, manualmente ou com o uso de máquinas colheitadeiras.


Veja aqui alguns produtos mencionados acima: feijãosementescolheitadeiras.

Anuncie no MF Rural e tenha seu produto visualizado por todo o Brasil: clique AQUI para fazer o cadastro. Para comprar, clique AQUI para visualizar os classificados do dia, ou use a barra de busca no cabeçalho para encontrar o produto desejado.

Mercado de Eucalipto em alta – Blog MF Rural

eucalipto

Em Espirito Santo, a árvore é fonte de renda garantida para o agricultor. O estado apresenta cerca de 250 mil hectares de florestas de eucalipto. A madeira produzida é usada por fábricas de celulose.

Para a produção de 2,3 milhões de toneladas de celulose por ano, três fábricas devoram 8 milhões de metros cúbicos de madeira e 90% do que é produzido vai para exportação.

A produtividade é um dos fatores que mais chamam atenção no Brasil. O mercado cresce 5,8% ao ano, o que equivale a 500 mil toneladas de celulose. O crescimento anual em área plantada de eucalipto é de aproximadamente 50 mil hectares por ano.

Florestas próprias das industrias produzem 70% da matéria-prima necessária e a colheita é feita em árvores de seis a sete anos de idade.

Veja aqui alguns produtos mencionados acima: eucalipto, celulose, madeira.

Anuncie no MF Rural e tenha seu produto visualizado por todo o Brasil: clique AQUI para fazer o cadastro. Para comprar, clique AQUI para visualizar os classificados do dia, ou use a barra de busca no cabeçalho para encontrar o produto desejado.

O que você sabe sobre a alfafa?

Medicago_sativa_velennes_80_03072008_03

A alfafa é rica em nutrientes, possui grandes quantidades de vitaminas A, C, D, E, K e do complexo B. Esses fatores são determinantes para a leguminosa ser utilizada como feno, já que é uma forrageira com alto teor de proteína, minerais e vitaminas.

A alfafa tem sido cultivada em larga escala em ambientes tropicais, apesar de ser uma das forrageiras mais difundidas em países de clima temperado.

Apesar de até então, a alfafa ser cultivada predominantemente no Rio Grande do Sul pelas condições climáticas, verifica-se aumento da área plantada nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, em função da crescente implantação de sistemas intensivos de produção com bovinos de leite, o que, consequentemente, tem aumentado a demanda por alimentos de alto valor nutritivo.

Uma vez estabelecido, um campo de alfafa produzirá feno de boa qualidade durante vários anos, podendo durar até dez anos antes de ser replantado.
Se você tem animais que produzem leite ou carne e tem condições propícias para plantio, pode ser uma boa opção. Pesquise, invista.

 

Veja aqui alguns produtos mencionados acima: alfafa, leguminosa, feno.

Anuncie no MF Rural e tenha seu produto visualizado por todo o Brasil: clique AQUI para fazer o cadastro. Para comprar, clique AQUI para visualizar os classificados do dia, ou use a barra de busca no cabeçalho para encontrar o produto desejado.