TECNOLOGIA PREDOMINA NA TERCEIRA ONDA DE INOVAÇÕES PARA MELHORAR PRODUÇÃO AGRÍCOLA

 

Num tempo marcado pela dinamicidade dos avanços científicos e tecnológicos em todos os segmentos, pesquisadores afirmam que a agricultura está entrando no que é chamada de terceira onda das inovações, justamente a que utilizará ainda mais tecnologia para melhorar a produtividade agrícola.

Segundo a pesquisadora da Embrapa, Silvia Massruhá, em entrevista à reportagem do Portal Datagro, a primeira onda foi a revolução verde, dos fertilizantes, sementes e defensivos; a segunda, que está em curso, é pautada pelos sistemas integrados de produção, como, por exemplo, a integração-lavoura-pecuária-floresta (ILPF).

A pesquisadora diz que a terceira onda será marcada pela utilização de insumos biológicos, soluções digitais, Internet das Coisas (Iot), automação, edição de genes, nanotecnologia, entre outras inovações. “Serão tecnologias e sistemas cada vez mais complexos, com foco em fazer mais com menos de modo sustentável.”

“Teremos fazendas conectadas, com a agricultura baseada em soluções digitais de monitoramento e controle de pragas, insumos, clima, solo, entre outras variáveis. Com a adoção dos mais diversos sensores, a massa de dados que será gerada será fundamental para ajudar o produtor a melhorar seu rendimento”, destaca Silvia.

Entre os desafios, segundo a pesquisadora, estão à conectividade deficiente no campo, a necessidade de capacitação da mão de obra, a busca por integração entre as tecnologias, etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *