Vantagens na criação da galinha de angola

Vantagens na criação da galinha de angola

Incluir a criação de galinha de angola em sua propriedade traz muitas vantagens, pois é de fácil manejo e que pode agregar valores em sua atividade

Rústicas e adaptáveis a todos ambientes e regiões, a galinha de angola apresenta também o aspecto de “ornamentação” nos locais onde são criadas. Elas são muito conhecidas pelo tradicional “tô-fraco, tô-fraco, tô-fraco…”.

Portanto, neste post iremos apresentar as vantagens e como fazer com que a criação da galinha de angola se transforme em um negócio rentável.

Características da galinha de angola

A galinha-d’angola (Numida meleagris) é conhecida em outras regiões do país por guiné, coca, galinha-do-mato, pintada, picota e fraca.

Trata-se de uma ave da ordem dos galliformes, originária da África e introduzida no Brasil pelos colonizadores portugueses, que a trouxeram da África Ocidental.

Embora tenha outras cores, a galinha da angola é conhecida pela cor cinza-escuro com pintas brancas, da variedade pedrez. Tanto que em fotos, desenhos, pinturas e objetos, que se referem à espécie, na maioria das vezes as penas possuem essa combinação de tons.

A galinha-d’angola fornece carne com sabor de ave de caça, semelhante a carne de faisão ou galinha caipira, cujo hábito de consumo vem sendo cada vez mais difundido, além de ovos nutritivos.

Dessa forma, como dissemos, essa atividade pode contribuir para a renda mensal do criador, inclusive na agricultura familiar.

Conheça os cinco tipo de galinha de angola:

Fonte: Maiores do Mundo.

Criação da galinha de angola

A criação da galinha de angola pode ser feita em instalações fechadas, nada diferentes dos galinheiros habituais, com bebedouros, cochos para alimentação, poleiros e ninhos.

Todavia, uma das características típicas da galinha de angola é ser conhecida como “andarilhas”. Assim, circulam o dia todo pela propriedade em busca de alimentos e água.

Simultaneamente durante sua rotina de andarilha, se alimenta de gramíneas e insetos daninhos.

Quando criadas em pastagens com bovinos, a galinha de angola é um importante predador de parasitas externos dos animais, tais como carrapatos e sarnas.

Rentabilidade e cuidados

O comércio de matrizes também pode ser um ótimo rendimento pra quem cria, além de filhotes ou aves para ornamentação.

Mas, confira a procedência da aves antes de comprar as matrizes que deve ocorrer sempre de um viveiro com referências.

No caso de comprar mais de uma variedade, crie os exemplares em áreas diferentes, para que não ocorra o cruzamento.

Esta ave é interessante para criação em sítios ou chácaras, sem necessidade de cuidados muito especiais, pois são bem resistentes e raramente ficam doentes.

Quanto à saúde da galinha da angola, essas aves precisam obrigatoriamente ser protegidas contra a Newcastle e Bouba Aviária.

Um outro fator que contribui para que os custos de produção sejam baratos é que ela não tem muitas exigências em sua alimentação, além de consumir muitos bichinhos, insetos, lagartas, formigas, cupins ou parasitas.

Uma utilidade curiosa da galinha de angola é que ela serve como um alarme nas propriedades, pois ela reage com cacarejos à presença de estranhos ou animais invasores.

Ficou interessado? Você pode adquirir esses animais de diversos criadores em nosso site, acesse aqui!