Mudas de plantas: 26 dicas para escolher bem

Mudas de plantas: 26 dicas para escolher bem

Cultivar plantas em casa é uma atividade que cada vez mais pessoas estão se dedicando. Sejam suculentas, folhagens, flores ou frutíferas, o importante é encher o espaço de verdinhas! Entretanto, você sabe como escolher suas mudas de plantas?

Investir seu tempo e dinheiro, e, depois de um tempo, descobrir que fez uma compra ruim é muito frustrante. Por isso, preparamos esse artigo com 26 dicas para você ter em mente no momento de adquirir suas plantinhas. Confira!

26 dicas para comprar uma boa muda

1. Em primeiro lugar: compre de lugares idôneos. Verifique se o viveiro onde vai adquirir suas mudas é certificado pela Secretaria de Agricultura do município. Além disso, o local também deve fornecer a nota fiscal da compra;

Viveiro de mudas de plantas
Buscar saber a “fama” do viveiro antes de fazer suas compras também é uma boa alternativa, pois quem adquire uma planta que não vigora, não volta a comprar no mesmo lugar.

2. Atenção para a sanidade das plantas: analise minuciosamente a muda, procure por manchas grandes, marrons ou amarelas. Atente-se também para pintas que se alastram pela planta inteira;

3. Verifique se os bulbos ou folhas das plantas não estão úmidos, marrons e com cheiro desagradável: são sinais que a planta está doente;

4. Procure também por manchas pretas que soltam pó nas mãos, e por pequenas manchas avermelhadas, podem ser fungos;

5. Olhe sempre embaixo das folhas e nas nervuras. Insetos e cochonilhas adoram esses lugares;

6. Examine se as folhas não estão cortadas: alguns vendedores mal-intencionados podem tentar esconder sintomas de doenças;

7. Folhas necrosadas e caules com manchas também são sinais de doença;

Mudas de plantas em caixotes
É importante saber identificar sinais de pragas e doenças nas mudas. Apresentar apenas algumas folhas secas, por exemplo, é normal e faz parte do ciclo da planta.

Leia também: Flores comestíveis: 21 espécies para você experimentar.

8. Se você quiser adquirir uma grande quantidade de mudas para fazer um canteiro, por exemplo, é mais comum comprá-las em caixotes. Neste caso, opte por aquele com maior quantidade de plantas saudáveis. As mudinhas “para cima” (que não estão murchas) e verdes são ideais para compra;

9. Agora, se for comprar muda em vaso, dê preferência por mudas que estejam crescendo em um vaso sozinhas. Embora pareça vantajoso escolher um vaso com duas mudas, existe uma chance maior delas estarem mais fracas, por estarem disputando água, espaço e nutrientes;

10. Ademais, é muito importante verificar as mudas que estão malformadas ou que estão malcuidadas, com ramos quebrados, raízes expostas, partes secas e tronco danificado. Tudo isso indica que as mudas de plantas foram mal manejadas;

11. Por falar em raízes, também é sempre bom dar uma olhada em como elas estão. Procure por sinais de apodrecimento, verifique a sua quantidade e se não ficaram apertadas em vasos menores do que deveriam;

Raízes das mudas de hortaliças
Se possível, tire a planta do vaso e analise o torrão da planta. Ou então, balance levemente o vaso e veja se a planta irá balançar muito ou pouco: se mexer muito, grandes chances da raiz estar fraca ou superficial.

12. Quer comprar mudas de flores? Escolha aquelas que estejam com botões, ao invés de se encantar com a flor já aberta. Flores geralmente duram poucos dias, então é melhor levar um botão fechado e poder apreciar todo o desabrochar;

13. Verifique também a qualidade dos botões: veja se não estão murchos, pois nesse caso, podem cair e nem chegar a abrir a flor;

14. Se vai adquirir folhagens, dê preferência por plantas “mais cheias” e não pelas mais altas. A qualidade da planta é mais importante que o tamanho;

15. Além disso, é importante conhecer bem a espécie que vai comprar, para saber se as eventuais cores e pintinhas são naturais ou sinais de doenças e falta de nutrientes;

16. Aliás, sempre que verificar folhas amareladas, pergunte a causa ao vendedor;

17. Certifique-se de que está adquirindo a planta correta: algumas espécies possuem inúmeras variedades que podem ser confundidas;

Identificação das espécies de plantas
Um bom viveiro sempre identifica suas plantas com seus nomes comuns e científicos.

18. Outro cuidado ao adquirir mudas de plantas é verificar se o tamanho do vaso está adequado. Isso é importante, pois, um vaso muito pequeno pode limitar o crescimento das raízes e, consequentemente, prejudicar o desenvolvimento futuro da planta;

19. Se você pretende adquirir mudas de frutíferas, escolha mudas que foram enxertadas. Elas produzem mais rápido e não crescem tanto;

20. Atente-se à qualidade do enxerto e do porta enxerto: a pega deve estar completa, bem feita e sem sinais de infecção;

21. Dê preferência para mudas que já tenham algum sinal de produção, frutos ou flores;

22. Entretanto, se a sua intenção é que sua frutífera se torne uma grande árvore e se não tiver pressa para colher os frutos, escolha uma muda feita por sementes;

23. Ao escolher suculentas, examine se elas não estão estioladas, com folhas quebradas e infestadas por cochonilhas;

Suculentas para venda
Também analise se não há muitos pedaços da planta no substrato, e se elas possuem folhas apenas de um lado. Nesse caso, escolha outra plantinha.

24. Se for adquirir plantas pela internet, evite sites estrangeiros, uma vez que existem leis que regulamentam o comércio de mudas e sementes;

25. Dê preferência por comprar de produtores da sua região. No site da MF Rural você encontra vendedores de mudas e viveiristas de todo o Brasil;

26. Por fim, como medida de segurança, recomenda-se fazer uma “quarentena” com suas plantas recém-adquiridas. Deixe-as em um ambiente separado das suas outras plantas por um tempo. Desse modo, se tiverem com alguma praga ou doença, não há o risco de infestação.

Gostou desse artigo? Aproveite e confira também nosso texto sobre plantas ornamentais. Boa leitura!

Post Relacionado