Mercado de Eucalipto em alta

Mercado de Eucalipto em alta

O Brasil é referência mundial em cultivo de eucalipto, estando entre os principais produtores de celulose, papel e painéis de madeira.

A indústria florestal brasileira é uma das maiores e a que mais cresce no mundo, sendo o maior produtor e exportador de celulose de fibra curta. O mercado de eucalipto, por exemplo, utiliza aproximadamente 700 milhões de mudas por ano.

O eucalipto está sempre em alta por apresentar maior produtividade, medida em volume de madeira produzida por unidade de área ao ano, e a menor rotação do mundo, ou seja, o tempo decorrido entre o plantio e a colheita das árvores.

Uma das grandes vantagens do eucalipto para o mercado está na sustentabilidade, pois é um material renovável, com origem em florestas plantadas.

De acordo com a Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), entidade que representa o setor de florestas plantadas no Brasil, o setor está sempre investindo no melhoramento genético e o alto nível profissional das empresas de silvicultura.

Folha de eucalipto
O investimento no melhoramento genético aumenta a produtividade do eucalipto

Outros fatores importantes que coloca o Brasil em destaque são as condições de solo e clima. Tudo isso, faz com que a produtividade média registrada foi de 36 metros cúbicos por hectare/ano (em 2018).

Mercado em alta

A madeira de eucalipto é matéria-prima para uma variada linha de produtos no mercado. Papel e embalagens estão presentes todos os dias na nossa vida.

Outro ponto positivo da madeira de eucalipto está no seu uso como combustível renovável, já que o cavaco é muito eficaz na geração de energia térmica e na secagem de grãos.

A indústria siderúrgica utiliza em larga escala a madeira de eucalipto no processo de fabricação de ferro e aço.

Essa espécie também está presente na construção civil e na produção de móveis, como por exemplo na produção de painéis reconstituídos.

Produção brasileira de eucalipto

O plantio de eucalipto pode ser encontrado principalmente nos Estados de Minas Gerais (24%), São Paulo (17%) e Mato Grosso do Sul (16%).

Nos últimos sete anos, o crescimento médio da área de eucalipto foi de 1,1% ao ano, com o Mato Grosso do Sul liderando esta expansão, que sozinho apresentou uma taxa média de crescimento de 7,4% ao ano.

Árvores de eucalipto
O mato grosso lidera a expansão do mercado de eucalipto com crescimento de 7,4% ao ano.

Em Espirito Santo, a árvore é fonte de renda garantida para o agricultor. A madeira é usada tanto em toras, para produção de celulose, quanto cercar propriedades, produção de móveis, carvão e lenha.

Além da adaptação natural das plantas, o melhoramento genético vem sendo feito há 40 anos, possibilitando uma produtividade média de 50 metros cúbicos, um crescimento de 10 metros cúbicos. O estado apresenta cerca de 250 mil hectares de florestas de eucalipto.

Para a produção de 2,3 milhões de toneladas de celulose por ano, três fábricas devoram 8 milhões de metros cúbicos de madeira e 90% do que é produzido vai para exportação.

A produtividade é um dos fatores que mais chamam atenção no Brasil. O mercado de eucalipto cresce 5,8% ao ano, o que equivale a 500 mil toneladas de celulose. O crescimento anual em área plantada de eucalipto é de aproximadamente 50 mil hectares por ano.

Florestas próprias das indústrias produzem 70% da matéria-prima necessária e a colheita é feita em árvores de seis a sete anos de idade.

Anuncie no MF Rural e tenha seu produto visto por todo o Brasil. Acesse aqui!

Post Relacionado

Plano Collor rural: o que fazer?

Plano Collor rural: o que fazer?

Há um verdadeiro alvoroço sobre o ressarcimento com origem no plano Collor rural. Para os produtores que contrataram operações de…