Dicas para selecionar ovinos e caprinos

Dicas para selecionar ovinos e caprinos

A ovinocaprinocultura, que é a criação de ovinos (carneiros e ovelhas) e caprinos (bodes e cabras). Trata-se de uma das modalidades mais antigas no Brasil, graças à versatilidade dos animais.

Eles podem ser criados para abate, produção de lã ou comércio de leite. São diferentes formas de rentabilidade e é justamente por isso que se torna uma atividade tão lucrativa aos criadores.

Os ovinos geram alimentos e matérias-primas importantes para a população. Enquanto na região Nordeste do Brasil, a carne de ovinos deslanados é muito apreciada na culinária típica, fornecendo pele de qualidade para a indústria calçadista, na região Sul, os rebanhos destinam-se à produção de lã fina que é exportada para vestuário.

A carne de carneiro está marcando presença cada vez mais em supermercados e açougues por todo o país, assim como é mais comum encontrar cortes de cordeiro no cardápio de restaurantes.

Já o leite de ovelha, utilizado para produção de queijos e derivados, possui elevado teor de proteínas, lipídeos, minerais e vitaminas. 

Com toda essa importância econômica, é imprescindível levar em conta a seleção de ovinos e caprinos, tanto reprodutores como matrizes.

Criação de ovinos e caprinos no campo
A criação de ovinos e caprinos é uma importante atividade econômica no Brasil.

Para fazer uma escolha certa desses animais, para quem pretende iniciar ou expandir essa atividade, alguns aspectos devem ser levados em conta.

Dessa forma, evitará possíveis problemas que podem perdurar por muito tempo no seu rebanho. Confira nossas dicas!

Finalidade da produção de ovinos e caprinos

A primeira questão que você deve ter em mente é o objetivo da produção, seja para carne, leite, pele ou para reprodução.

Esse é um dos fatores que vão influenciar na escolha da raça ou do tipo mais indicado para a aquisição do produto pretendido.

Em se tratando de animais para reprodução, a dica é se atentar quanto a sua procedência, que deve ser fiel à descrição do vendedor.

Dicas para selecionar reprodutores

Uma vez que o bode/carneiro produz mais cabritos/borregos que qualquer fêmea do rebanho, por acasalar diversas cabras/ovelhas, a sua seleção deve ser ainda mais criteriosa. Em regra, esse animal reprodutor deve apresentar saúde satisfatória, estar apto ao acasalamento e não ter doenças transmissíveis.

Sendo assim, os pontos cruciais a serem considerados na aquisição dos ovinos e caprinos reprodutores são:

  • Quando o macho já tem um histórico de cria, deve-se considerar a avaliação de seus filhotes, a fim de descobrir aspectos genéticos;
  • Análise do pedigree;
  • Boa libido e capacidade sexual;
  • Dar preferência a reprodutores que tiveram seus cornos retirados, evitar machos mochos;
  • Testículos simétricos na bolsa escrotal e assegurar a qualidade seminal (por espermograma);
  • Caso o objetivo seja a reprodução, o ideal é que os reprodutores sejam originários de outros locais, para evitar a consanguinidade, ou endogamia;
  • Ausência de defeitos hereditários, como hérnias, prognatismo etc.;
  • Ausência de caroços (linfadenite caseosa) ou outros sinais de enfermidades.
Foto de um bode reprodutor
A escolha de um bom reprodutor é fundamental para garantir mais filhotes no rebanho de ovinos ou caprinos e ter retorno do investimento realizado.

Dicas para selecionar matrizes de ovinos e caprinos

Por vezes, pode ser necessária a realização de exames a fim de constatar o estado de saúde das cabras e ovelhas, no que concerne ao sistema reprodutivo.

Entretanto, há algumas práticas simples que podem definir uma escolha acertada, são elas:

  • Dar preferência às matrizes com histórico de parição dentro dos padrões satisfatórios (parto normal, bom potencial leiteiro, fertilidade) e histórico negativo de aborto;
  • Evitar matrizes com mais de três anos sem histórico de parição;
  • Adquirir cabras e ovelhas com duas tetas, que não sejam demasiadamente grandes ou volumosas;
  • Padrão racial característico da raça escolhida (rebanhos de animais registrados);
  • Optar por exames adicionais para evitar a aquisição de fêmeas com problemas reprodutivos. Exemplo: ultrassonografia;
Cabra amamentando
Para escolher as matrizes, é importante que tenham um bom histórico de parição.

Pontos em comum para selecionar reprodutores e matrizes

Estas são as condições que devem ser observadas tanto em reprodutores quanto nas matrizes para a escolha de ovinos e caprinos:

  • Atentar-se a possíveis doenças e defeitos físicos;
  • Apresentar cascos e aprumos bem conformados;
  • Características do animal em conformidade com a sua raça e aparência masculina para os reprodutores e feminina para as matrizes.

Substituição dos reprodutores

Nos casos em que existe um controle de cobertura, os machos reprodutores em condições de manejo favoráveis podem ser mantidos no rebanho por até 8 anos de idade.

Caso contrário, o tempo para substituição é de dois a três anos para evitar as consequências da endogamia.

Mas, não basta apenas ficar atento na escolha de ovinos e caprinos reprodutores ou matrizes. É preciso também cuidar da saúde desses animais. Confira como deve ser feito o manejo sanitário em um rebanho no vídeo abaixo:

Fonte: Dia de Campo na TV.

Esperamos que, com este artigo, tenhamos contribuído para você fazer a escolha certa na criação de ovinos e caprinos.

Aliás, se tem interesse por assuntos relacionados à aquisição de animais, não deixe de conferir nossa página de vendas, com diversos anunciantes de todo Brasil.

Veja também: 9 conselhos para alimentação de cordeiros

Post Relacionado