Café: 24 curiosidades interessantes sobre o grão

Café: 24 curiosidades interessantes sobre o grão

Você sabia que o consumo do café é tão elevado que perde apenas para a água? Pois é! O refrigerante e até mesmo as bebidas alcoólicas ficam atrás nesse ranking.

Neste artigo, vamos apresentar 24 curiosidades sobre essa bebida. Leia até o fim e tenha um acervo de fatos interessantes na ponta da língua para contar por aí! Confira!

24 curiosidades sobre o café

1. Vamos começar apresentando um dado impressionante: cerca de 400 bilhões de xícaras de café são servidas todos os dias pelo mundo.

2. Aqui no Brasil, o consumo médio por pessoa é de cerca de 5 quilos de café ao ano, o que equivale a uma média de 80 litros.

3. Mas, mas vamos voltar ao início de tudo. Existem várias teorias acerca do descobrimento do café. No entanto, a mais aceita é de que um pastor de cabras etíope percebeu que o rebanho ficava muito eufórico após comer algumas frutas avermelhadas que caíam de uma árvore específica. Certa vez, ele decidiu prová-las e conheceu, então, o poder estimulante deste grão.

Lavouras de café e suas características
Das lavouras brasileiras sai um terço da produção mundial de café. Nós, brasileiros, somos a segunda população que mais consome!

4. Já em termos de cultivo, o primeiro país do mundo a cultivar o grão de café foi o Iêmen, no ano de 575. Os habitantes armazenavam os grãos em potes de gordura animal para consumi-los crus.

5. Apenas no ano 1000 é que o café se tornou uma bebida conhecida e consumida como nos dias de hoje. Na época, sua infusão foi descoberta com o propósito de ser usado para fins medicinais.

6. Até meados do século 17, os únicos produtores dessa bebida no mundo eram os árabes.

7. Na Europa, a corrida era grande com o propósito de saber quem produziria primeiro: alemães, franceses e italianos tentaram incansavelmente. Mas, no final, os primeiros a conseguir as mudas do grão na Europa foram os holandeses. Hoje, essas plantas seguem guardadas em Amsterdã, no Jardim Botânico da cidade.

8. Quando os europeus tiveram o primeiro contato com o café eles o chamavam de “vinho árabe”.

9. Para tornar o café nutritivo e enérgico, os europeus, por influência dos Países Baixos (região leiteira), começaram a misturá-lo com leite. Mas, isso não se prolongou por muito tempo, uma vez que o leite não era produzido por muitas regiões do continente.

10. Mais tarde, o leite apareceu novamente em uma receita com café na Itália: a invenção do cappuccino.

11. Ainda que hoje o Brasil seja um dos maiores consumidores de café do mundo (e o maior produtor mundial), a primeira plantação do grão aqui foi acontecer apenas em 1727, no Pará. O governador do estado, na época, enviou o sargento-mor do exército, Francisco de Melo Palheta, com o fim de trazer mudas provenientes da Guiana Francesa.

Grãos de café dentro de um saco
Entre as curiosidades, uma que sempre chama a atenção é sobre o descobrimento do café. Os grãos, após torrados e moídos, atraem consumidores em todo mundo.

12. A primeira cafeteria do mundo, chamada “Kiva Han” foi instalada em 1495, em Constantinopla.

13. Khair Beg, um governador de Meca que tentou proibir o consumo do grão, foi condenado a morte por isso.

14. Existem duas diferentes variedades: a robusta e a arábica. A robusta possui 22 cromossomos em seu genoma, e a arábica possui o dobro, 44.

15. O café ajuda a reduzir a sensação do sono, apontam estudos conduzidos pela Universidade Wayne State de Michigan, nos EUA. Aliás, uma pesquisa conduzida pela Science Translation Medicine, apontou que a cafeína em sua composição pode atrasar a produção de melatonina, hormônio responsável pelo sono.

16. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que não há comprovação científica de que o café seja viciante ou apresente consequências comparáveis ao uso de drogas estimulantes.

Um dos benefícios do café é seu efeito estimulante
Entre os benefícios, o café é estimulante, ajudando nas tarefas diárias. Já tomou sua xícara hoje?

17. O café, no entanto, possui benefícios comprovados, como na luta contra uma série de doenças, tais como depressão, Alzheimer, estresse, diabetes e até mesmo alguns tipos de câncer. Ele também facilita a digestão e o rejuvenescimento celular.

18. Mas, há contraindicação sobre seu consumo aos indivíduos com irritação estomacal, osteoporose em nível avançado, hipersensibilidade à cafeína ou insônia.

19. O recomendado é beber até 400 mg de café por dia, o que dá, em média, 200 a 250 ml da bebida. No entanto, a tolerância pode variar dependendo de cada pessoa.

20. O Brasil é o maior produtor de café do mundo, conforme já citamos. Todavia, talvez ainda não saiba que somos líderes na produção e exportação há mais de 150 anos. Isso mesmo: em 1860 o Brasil tomou a liderança no posto de maior exportador do mundo, quando a produção, na época, foi de 26 milhões de sacas do grão.

Colheita de café e a produção mundial
Uma das curiosidades diz respeito a disputa sobre as lavouras de café. Hoje, o Brasil é responsável por 1/3 da produção mundial.

21. Depois do Brasil, os maiores produtores de café são: Vietnã, México e Colômbia.

22. A produção também ocorre em diversas outras regiões, como na Costa Rica, Jamaica, Havaí, Guatemala, Quênia, Indonésia e Iêmen. Na Etiópia ele também é produzido, no entanto, por árvores de vegetação nativa.

23. O primeiro e famoso “Rei do café” do mundo foi o pai de Santos Dumont, Henrique Dumont (era importante plantador, com fazendas em São Paulo).

24. Afinal, não à toa, que os experimentos realizados com o 14 Bis (o primeiro avião da história) foram todos custeados pela venda deste grão. Portanto, seria o café um dos responsáveis pelo surgimento da aviação?

Depois de tantas curiosidades, certamente deu aquela vontade de tomar uma xícara de café, não é? Que tal conhecer uma receita nova? A bebida não é só consumida quente, uma forma muito apreciada de consumi-la é gelada. Confira, no vídeo, como fazer um delicioso café gelado cremoso:

Fonte: Experimente por Cecilia Padilha.

Se gostou desse artigo, aproveite e acesse nosso post a respeito de cafés especiais. Boa leitura!

Post Relacionado