Mini pôneis: como criar esses animais

Mini pôneis: como criar esses animais

Os mini pôneis (ou mini horses) são animais que fazem parte da família dos equinos e uma das características principais é que possuem baixa estatura.

Como são rústicos e dóceis, esses animais vêm atraindo cada vez mais a atenção de criadores por todo o Brasil. Esses “pequenos cavalos” fazem sucesso em exposições agropecuárias e também com as crianças.

Sendo assim, preparamos uma lista com os cuidados que devem ser tomados para quem quer investir na criação de mini pôneis. Confira!

Conheça um pouco sobre os mini pôneis

Eles são pequenos, dóceis, de fácil convívio e também de fácil criação. Os mini pôneis tem altura que varia de 0,65 a 0,95 m. Já os pôneis são um pouco maiores: entre 0,95 a 1,10 m. Esses animais vivem, em média, 30 anos. Cada exemplar pode custar até R$ 15 mil.

Mini pôneis fazem sucesso com as crianças
Os mini pôneis fazem muito sucesso com as crianças por serem muito dóceis.

De acordo com especialistas, esses animais são frutos de uma série de cruzamentos. No Brasil, por exemplo, surgiu do cruzamento entre o pônei Shetland, da Escócia, e o Falabella, da Argentina.

Esses animais têm tripla aptidão, isto é, servem tanto para sela como para tração ou simplesmente como animal de estimação. Sua docilidade e pequena estatura fazem com que ele seja uma espécie de “brinquedo vivo”, fazendo muito sucesso principalmente entre as crianças.

Resistentes e rústicos, os mini pôneis não precisam de muito espaço e nem muito dinheiro na sua manutenção, inclusive em relação a alimentação. Com essas características, está pensando em ter na sua propriedade um mini pônei ou mesmo uma criação comercial? Confira a seguir como criá-los.

Como criar os mini pôneis?

Apesar de pequenos, os mini pôneis são bem fortes em comparação a outros equinos. O seu aspecto certamente é de um cavalo em miniatura, bem estruturado, musculoso e proporcional ao seu tamanho.

No entanto, as instalações visando a criação desses animais não precisam ter uma grande estrutura. Aliás, é possível criá-los em campos soltos, apenas com a presença de capim, sais minerais, além da aplicação de vermífugos, vacinas e eventuais medicações necessárias. É importante ter o contato de um veterinário para eventuais consultas.

Dois mini pôneis brincando às margens de um lago
Os mini pôneis fazem muito sucesso entre crianças e também adultos por serem graciosos e mansos.

Também é possível criar os mini pôneis em baias e cocheiras, com o fim de garantir um maior controle, inclusive no caso de ser destinado ao convívio com crianças. Que tal instalar na sua propriedade uma mini fazendinha tendo esses animais como destaque? Certamente farão o maior sucesso!

As baias para os mini pôneis

Para criação de mini pôneis, as baias podem ser tanto juntas como separadas. Esses espaços devem medir cerca de 2,5 metros quadrados.

É importante que, principalmente com o propósito de garantir a segurança dos animais, o piso seja de concreto, enquanto que as camas dos mini pôneis precisam utilizar serragem branca. Já os cochos devem ser constituídos por tijolos rebocados e queimados de cimento liso.

Instalações para criação de mini pôneis
Os mini pôneis podem ser criados em pequenas baias, mas o ideal é deixá-los pastar em áreas maiores.

O ideal é que os cochos tenham até 40 cm de altura e profundidade de 20 cm, com três separações, ou seja, 20 cm destinado ao sal, 40 cm à ração e também 40 cm onde será colocado o capim. Seguir essa metragem é importante pois vai permitir a mobilidade e alcance dos animais.

Leia também: A subjetividade da pesquisa do IBGE com equinos.

A alimentação do animal

Um mini pônei consome de um a dois quilos de ração por dia. Esta quantidade de alimento deve ser dividida entre três refeições. Esses pequenos animais também comem 1,5 fardo de capim por semana. Não esqueça que precisam de água limpa e sais minerais.

Cuidados com a alimentação dos mini horses
Na alimentação dos mini pôneis, fornecer capim e também ração, com três refeições diárias.

Reprodução dos mini pôneis

A reprodução dos pôneis e mini pôneis não tem muita diferença em relação a dos cavalos. Eles são muito precoces. A vida reprodutiva começa a partir dos 24 meses, quando (principalmente as fêmeas) devem estar com boa estrutura corpórea e musculatura adequada.

O tempo médio de gestação da fêmea de mini pônei é de 11 meses. O desmame do filhote ocorre entre os 4 e 6 meses de idade. Aliás, a partir do desmame é que começa a doma do animal, colocação de cabresto e a escovação.

Os trabalhos com celas e as montarias infantis só podem ter início a partir dos dois anos dos animais.

Dicas importantes

Outro cuidado importante é com relação a higiene. Assim, a limpeza desses animais deve ocorrer de uma a duas vezes por semana, usando sabão de coco no corpo do animal e creme de cabelo nas crinas e calda.

Caso precise parar o mini pônei, quando estiver usando sela ou charrete, não esqueça de amarrá-lo em um local seguro (uma cerca, por exemplo), pelo cabo do cabresto, porque há o risco dele sair em disparada caso se assuste com algum barulho.

No vídeo abaixo, confira o exemplo de um funcionário público da cidade de Ituporanga (SC) que decidiu transformar o seu sítio numa “mini fazenda”, com o propósito de criar mini pôneis e outros animais também pequenos:

Fonte: Vale Agrícola.

Portanto, conforme mostramos neste artigo, a criação de mini pôneis é uma boa opção para sua fazenda ou mesmo para pequenas propriedades, como como sítios e chácaras.

Além do sucesso com a garotada, podem ser uma alternativa aos iniciantes em esportes hípicos que aproveitam a docilidade desse animal para se familiarizar com equinos.

Gostou do artigo? Aproveite para ler também sobre a criação de caprinos. Boa leitura!

Post Relacionado