Como plantar girassol vermelho

Como plantar girassol vermelho

 

Ao ouvir alguém falar sobre girassol, logo vem à sua mente uma grande flor amarela voltada ao sol. Mas, você sabia que também existe o girassol vermelho?

 

É sobre isso que vamos tratar neste artigo e dar dicas de como plantar o girassol vermelho e deixar seu jardim, ou mesmo vaso, com um colorido exótico especial. Pelas fotos que separamos, você vai constatar que ele é muito lindo, igual ao amarelo. Confira e boa leitura!

 

O girassol vermelho (Helianthus annuus) é uma variação do girassol comum. Em razão de suas cores quentes e vibrantes, ambos são plantas que simbolizam o verão, sol e o calor.

 

Enquanto a variedade amarela tem a finalidade comercial, como numa boa opção de renda para o agricultor devido às suas qualidades, o girassol vermelho é mais voltado à ornamentação, para plantar em casa, decorando ambientes internos e externos dando uma cara alegre e natural ao local, embora tenha as mesmas propriedades do girassol e iremos mostrá-las logo abaixo.

 

Antes de dar dicas de como plantar a variedade vermelha em sua casa, conheça as características do girassol.

 

 

Características do girassol

 

Cultivado em todos os continentes, o girassol é uma oleaginosa que apresenta características importantes: crescimento rápido, grande resistência à seca, temperaturas baixas e calor.

 

Flores de girassol amarelas e vermelhas
O girassol proporciona uma beleza natural incrível, além de suas propriedades.

 

Economicamente, a variedade amarela é destinada à extração da semente, produzindo o óleo de girassol, que ajuda a combater o colesterol, além de propriedades medicinais.

 

As flores de girassol possuem diferentes cores e tamanhos. Além do amarelo e vermelho, há também as cores laranja e branco. Os tamanhos delas variam de 7 cm aos 30,5 cm na diagonal.

 

Essa história de que a flor do girassol gira conforme a posição do sol é verdade. Ao amanhecer, os girassóis estão com suas flores voltadas ao leste. Durante o dia, seguem o sol de leste a oeste, enquanto à noite eles estão voltados para o oriente.

 

Esse movimento, chamado de heliotropismo pelos cientistas, favorece o crescimento das plantas que são potentes acumuladores de energia solar (eletromagnética) que, em conjunto com seus componentes, tornam vegetais valiosos como alimento-remédio.

 

 

Conheça o girassol vermelho

 

Vamos agora falar da grande “estrela” desse artigo: o girassol vermelho. As sementes dessa variedade foram desenvolvidas, como dissemos, voltadas ao mercado ornamental e plantio em jardins para decoração.

 

Flor de girassol vermelho em contraste com o céu azul
O girassol vermelho é uma planta exótica que se destaca na natureza.

 

O girassol vermelho é uma espécie obtida por meio de alterações genéticas que proporcionaram uma belíssima variedade. Consegue ser ainda mais exótico e original do que a sua “irmã”, a de tonalidade amarela. Sua origem é a América do Norte, onde é cultivado como uma espécie ornamental.

 

Outra característica do girassol vermelho é a sua utilização como flor-de-corte, na composição de arranjos florais e buquês pois proporciona flores belíssimas, com um vermelho meio fosco ou acinzentado. São  indicadas também para as crianças cultivarem, devido ao rápido desenvolvimento e pelo ciclo de vida, tornando-se muito educativas.

 

De acordo com especialistas, embora seja mais voltado à ornamentação, o girassol vermelho também possui as mesmas características do amarelo: é possível extrair óleo da suas sementes, possui altas taxas de vitamina B, D e E, ácido fólico, fósforo, ferro, além de outras inúmeras propriedades.

 

Quer mais? Possui excelentes propriedades cosméticas, capazes de combater acnes, manchas, hidratar o couro cabeludo, cicatrizar pequenas lesões, não havendo transtorno que as suas propriedades farmacológicas não possam ajudar a combater de alguma forma.

 

No vídeo abaixo, veja como plantar o girassol vermelho dá um colorido especial ao seu jardim:

 

Fonte: Rodrigo Nepomuceno

 

 

Como plantar o girassol vermelho

 

Para que o girassol vermelho possa desenvolver-se com todas as suas características, é preciso que ele seja cultivado em um ambiente com as condições semelhantes ao seu habitat de origem: muito sol, com um solo rico em materiais orgânicos e regas periódicas, mas com o cuidado de não encharcar constantemente.

 

Em casa, o girassol pode ser plantado em jardineiras, canteiros, ao longo de um muro ou mesmo em vasos. A época ideal de semeadura é de Agosto a Fevereiro. A germinação ocorre de 4 a 10 dias, com florescimento após cerca de 70 dias. A planta atinge 2 a 3 metros de altura.

 

Girassol vermelho plantado no jardim
Como o amarelo, o girassol vermelho dá um colorido especial ao seu jardim.

 

Portanto, o ideal é que você planeje esse plantio para que a folhada do girassol ocorra na primavera/verão, porque são os períodos mais quentes do ano e você poderá apreciar melhor essa maravilha da natureza!

 

 

Dicas de plantio

 

  • Coloque suas sementes em um papel macio e fino, como um guardanapo. Molhe-o e cubra as sementes com o papel. Após 48 horas, as sementes já devem estar germinando e prontas para plantar.
  • Adube a terra onde o girassol será plantado com um fertilizante NPK 10-10-10 e certifique-se de que o solo escolhido permita a drenagem de água e a passagem de ar, caso contrário, é possível que o girassol acabe se “afogando”;
  • Faça um buraco de aproximadamente 5 cm no solo, coloque as sementes e cubra-as;
  • Regue o solo após o plantio.

 

É possível plantar as sementes diretamente no solo, sem o processo do guardanapo que citamos acima, mas as chances de germinação são menores.

 

Caso for plantar diversos girassóis no mesmo terreno, tanto o amarelo como o vermelho, é necessário que haja um espaçamento de pelo menos 15 centímetros entre cada uma. A distância é necessária porque as plantas têm raízes compridas e, por isso, necessitam de espaço.

 

Para garantir ainda melhores condições para o cultivo do girassol vermelho, devemos nos certificar de que nesse período ocorram temperaturas que dificilmente sejam inferiores a 11°C. Nem precisa dizer que geadas, granizos e ventos fortes são alguns dos principais inimigos dessa planta. Portanto, se você mora em região com essas condições climáticas, dificilmente o girassol conseguirá desenvolver-se adequadamente.

 

Buque com flores amarelas e vermelhas de girassol
Buquê de girassóis com flores vermelhas e amarelas. Dão um toque especial à decoração

 

Embora algumas variedades de girassol não precisem de estacas, é uma boa ideia apoiar plantas que cresçam mais de um metro de altura ou sejam ramificadas. Seus ramos são bastante quebradiços, especialmente nos pontos onde se unem aos caules.

 

Com raízes rasas e pesadas com muitas flores grandes, as plantas são vulneráveis ​​aos ventos e à chuva do verão. Amarre os girassóis frouxamente em estacas com pedaços de pano ou outro material macio para não ferir a planta.

 

 

O girassol é atacado por doenças?

 

Embora seja uma planta muito resistente, como já citamos acima, o girassol não está imune à doenças, como mofo e ferrugem.

 

O míldio penugento, conhecido também como mofo, causa manchas e áreas claras nas superfícies das folhas superiores e um crescimento de mofo difuso na parte inferior. Eventualmente, as folhas murcham e morrem. As folhas mais velhas geralmente são infectadas primeiro. Ele não mata o girassol, mas estraga sua aparência.

 

Dois girassóis vermelhos com folhas e fundo verde
Ao cultivar o girassol, fique muito atento à coloração das folhas. Mudanças podem indicar doenças.

 

A ferrugem aparece nas superfícies superiores das folhas primeiro como manchas amarelas ou brancas que ficam marrons ou pretas. Bolhas inchadas aparecem na parte inferior. A doença pode se espalhar para caules e flores, causando crescimento distorcido. A ferrugem às vezes se espalha para os girassóis cultivados a partir de ervas daninhas, como mostarda selvagem, pasta de pastor, pigweed e quartos de cordeiro.

 

Para combater essas doenças, quando detectadas precocemente, basta pulverizar com um fungicida geral para jardim, conforme indicado no rótulo do produto, pode proteger a folhagem saudável. Remova e destrua as plantas seriamente infectadas.

 

Mantenha a área sem ervas daninhas e limpe os restos de plantas do jardim no outono. Desinfete as ferramentas mergulhando-as em uma solução de 1 parte de alvejante doméstico para 4 partes de água. Mantenha as mãos limpas e não mexa nas plantas molhadas.

 

Fique atento também ao ataque de insetos, principalmente uma pequena mariposa cinza que põe seus ovos no desenvolvimento das flores do girassol. Suas larvas são amarelo-esverdeadas. Eles se alimentam da flor e destroem as sementes, criando uma massa de teias e detritos.

 

Pegue os vermes das plantas e amasse-os entre os dedos ou jogue-os em um saco plástico para o lixo. Se muitas plantas estiverem infestadas, borrife ou polvilhe as flores com um produto contendo Bacillus thuringiensis (Bt) assim que vir as larvas.

 

Dica: confira as fases de desenvolvimento do girassol vermelho plantado em copos ou garrafas pet:

 

Fonte: Jessica Uchoa Anaice

 

 

Gostou do artigo? Está pensando em plantar o girassol vermelho, para deixar ainda mais bonito o seu jardim? Então, mãos à obra!

 

Acesse também nossos artigos sobre plantio de maracujámorangos, alho em vaso, e muito mais!!!

 

Caso precise de produtos para começar a plantar o girassol vermelho ou amarelo, acesse nosso site e encontre tudo para o seu cultivo.