Importância da ureia na adubação de café

Importância da ureia na adubação de café

Alguns cafeicultores acreditam que a aplicação de ureia diretamente nas plantas terá, de fato, algum efeito. No entanto, algumas questões precisam ser explicadas, de forma a esclarecer esta que pode ser a dúvida de muitos.

Entenda o que é a ureia e por que é fundamental para a adubação correta do café, proporcionando uma safra de melhor qualidade e um produto final mais refinado.

Acesse nossa página e veja muitas ofertas de ureia agrícola.

O que é a ureia?

A ureia é um adubo de origem mineral e sintetizado, composto de 44% de N. A fórmula química da ureia é a seguinte: CO(NH2)2

A composição da ureia depende da síntese entre amônia líquida (NH3) com gás carbônico (CO2).

ureia agricola nas mãos de um homem
A ureia agrícola é um adubo composto com 44% de nitrogênio

No entanto, a planta não absorve diretamente a ureia, sendo preciso transformá-la em amônio (NH4+) ou em nitrato (NO3). Essa transformação assegura a correta absorção da substância pelo pé de café, garantindo a eficiência do adubo.

No entanto, algumas situações adversas podem ocasionar em perdas de nitrogênio, por conta da volatilização da substância. Essa volatilização pode afetar em até 40% a eficiência da substância.

Por meio da mistura de ureia com ácidos húmicos, é possível, no entanto, reduzir a volatilização amoníaca, mencionada anteriormente.

Propriedades do solo

O Potencial Hidrogeniônico (pH) do solo afeta diretamente o comportamento das substâncias. Quando mais alcalino for o pH do solo, maior será a reação de NH3. Portanto, a reação oriunda dessa composição tende a ocasionar um efeito cumulativo, no que se refere às duas reações químicas já citadas.

A volatilidade da combinação de elementos citada pode chegar até 70% sobre perda de nitrogênio por conta da amônia, dependendo do solo. Portanto, é extremamente necessário conhecer as propriedades do solo a fundo antes de fazer uso da ureia.

O solo ideal para plantio de café não pode ter profundidade inferior a 1 metro e precisa ter boa drenagem. Não é possível realizar o cultivo em áreas de baixada, ainda que sejam utilizados sistemas artificiais.

Temperatura importa

O clima da região é um fator determinante para a eficácia da ureia: climas mais frios tendem a dificultar as propriedades da ureia. Por outro lado, climas mais quentes auxiliam a incorporação da substância.

Cafés produzidos em regiões brasileiras e arábicas, em razão de questões de clima, tendem a minimizar a volatilidade.

Em locais onde a temperatura média anual gira em torno de 18 °C e 22 °C, o cultivo de café arábica é mais bem aproveitado, por exemplo. Não significa, no entanto, que não possa ser cultivado em regiões mais frias ou quentes.

No entanto, as chances de problemas nas produções aumentam.

Umidade do solo

Este é um ponto fundamental para compreender e otimizar a utilização de ureia na plantação de café. É importante sim, que o solo esteja umedecido antes da utilização da substância. Porém, ainda mais importante é o grau de umidade do solo após a aplicação da ureia.

Mão colocando ureia em terra úmida
Na adubação do café ou outra planta com ureia é importante que a terra esteja úmida

Isso ocorre porque a água é importante para reduzir os efeitos voláteis da ureia, facilitando sua incorporação às propriedades do solo.

Capacidade de Troca de Cátions (CTC)

Solos que tenham altos índices de CTC são mais favoráveis para o uso de ureia, uma vez que a volatilidade da amônia é reduzida. Solos argilosos, grosso modo, são mais suscetíveis à utilização de ureia que solos arenosos, por exemplo.

Você é cafeicultor? Se você precisa de mudas de café de qualidade acesse o nosso site e procure por um fornecedor.