Como utilizar corretamente a uréia na adubação?

Como utilizar corretamente a uréia na adubação?

A ureia é um famoso fertilizante sólido muito utilizado para realizar a adubação de plantas em uma maior quantidade e, além disso, com maior eficácia. Geralmente, possuem a forma de pequenos grãos brancos, que contém na composição aproximadamente 20 a 40% de Nitrogênio. Logo, é o fertilizante sólido com maior nível de concentração da substância, o que faz com que seja muito eficaz para as plantas.

Isso ocorre, pois cada planta precisa de certos componentes em sua composição e, logicamente, isso varia muito. Entretanto, o componente que a grande maioria das plantas precisa, igualmente, em uma quantidade considerável, é o Nitrogênio.

Logo, quando uma planta está com baixo nível de Nitrogênio, isso acaba sendo extremamente perceptível a julgar por sua aparência, afinal, as folhas começam a ficar amareladas, os frutos diminuem de tamanho, as raízes não crescem com tanto vigor e há uma queda significativa da produção, tanto de frutos quanto de folhas.

brócolis chines jovem com deficiência de nitrogênio
Deficiência de nitrogênio em folha de brócolis chinês
2 folhas frutíferas no chão com deficiência de nitrogênio
Deficiência de nitrogênio em folhas de frutíferas

A partir desta reflexão, fica claro que uma planta que possui uma quantidade boa de Nitrogênio terá um desenvolvimento muito mais satisfatório do que uma que tenha quantidades menores. É exatamente nessa perspectiva que a ureia deve ser considerada, e posteriormente utilizada como adubo para que o Nitrogênio seja reposto e a planta consiga recuperar sua saúde a vitalidade no processo de desenvolvimento.

O lado ruim da aplicação da ureia, é que a sua aplicação pode acabar sendo um pouco complexa, tendo em vista que o produto pode facilmente causar queimadura nas folhas, fazendo com que fiquem com um aspecto amarelado.

Além disso, o produtor deve ter em mente que a ureia tem como base a amônia, componente que pode ser tóxico em algumas situações. Por isso, é preciso ter consciência e conhecimento no momento da utilização, assim os não há tantos riscos de corrosão e amarelamento das plantas.

Ureia como adubo

Dentre tantos adubos vendidos no mercado, o mais importante, de longe, é a ureia. Isso ocorre, pois ela é uma fonte relativamente barata de nitrogênio e possui um altíssimo nível da substância.

A importância de se usar a ureia da forma correta se dá pelo fato de que o uso irregular e displicente do produto pode ocasionar a perda de até 80% da quantidade de ureia aplicada. Logo, é necessário saber também a quantidade certa para cada caso.

Quer saber mais sobre onde adquirir os melhores adubos do mercado? Acesse o site e veja as ofertas!

Homem segurando um punhado de ureia
A quantidade de ureia agrícola aplicada não pode ser exagerada

Quantidades corretas de utilização para cada ambiente

Hortas e gramados

Para as hortas e gramados, é preciso usar por volta de uma colher de sopa por cada m², o que gera aproximadamente 15 gramas de ureia por metro quadrado. A mesma deve ser bem espalhada a fim de agir de forma uniforme no solo.

Árvores

Caso a aplicação seja destinada para uma árvore, é possível aumentar a dose para 1 até 5 colheres de sopa. Dessa forma, é necessário aplicar em volta da coroa para que ela tenha o melhor efeito possível. Uma dica é misturar a ureia na água usada para regar as plantas, porém, é importante lembrar que nesse caso a quantidade é pequena, sendo mais ou menos uma colher de sopa para cada 10 litros de água.

Vasos

Para vasos, é mais difícil saber em específico qual a quantidade exata, pois varia muito em relação ao tamanho do vaso e da espécie da planta. De qualquer forma, é sempre melhor colocar uma quantidade mais baixa. Ao colocar uma quantidade exagerada, corre-se o risco de queimar a planta e obter o efeito inverso ao que se tinha em mente.

Cuidados durante a aplicação

É de suma importância ter alguns cuidados no momento de se utilizar a ureia, a fim de evitar danos à saúde. Logo, existem algumas recomendações para a utilização do produto. Tais como:

– Não fumar, beber ou se alimentar durante a aplicação da ureia;

– Não aspirar a poeira que sai do produto, pois contém amônia e pode causar danos a saúde;

– Evitar o contato com os olhos e a com a pele;

– Estar sempre equipado com luvas e máscaras apropriadas para a aplicação;

– Nunca aplicar o produto em locais que não possuem boa ventilação.

Esses cuidados já são uma ótima forma de reduzir o risco que a ureia traz consigo. Além disso, todos esses cuidados fazem também com que a pessoa que está utilizando a ureia, consiga se proteger de forma mais efetiva, podendo evitar assim, doenças como a dermatite, irritação ocular, entre outras.

Mão com luvas adubando com ureia
Deve se manusear a ureia com luvas na adubação sempre que possível

Como NÃO utilizar a ureia

Caso a ureia seja aplicada em um local úmido, como a grama e a terra após a chuva, ela acabará se transformando em amônia, evaporando junto com a água. O ideal é sempre aplicar a ureia antes da chuva, sempre em local seco e somente depois regar.

É importante destacar que a utilização da ureia em cima de folhas molhadas pode fazer com que o grão grude na folha e cause queimaduras irreversíveis na planta.

Além disso, somente jogar a ureia em cima da terra ou das plantas não é muito efetivo. O melhor a se fazer é misturar a ureia na terra. Assim, é possível não perder o produto. Igualmente, ao aplicar a ureia em grande quantidade e de uma só vez, ela acaba por se perder e evaporar. Isso causa uma grave contaminação em lagos e rios próximos ao local.

Aplicação de ureia no solo para adubar
Ureia sendo aplicada no solo para adubação

Realizar a aplicação da ureia com muita frequência também não é sadio para as plantas e nem para os moradores, além de ser um gasto desnecessário do produto.

Veja uma importante dica abaixo que você deve saber antes de utilizar a ureia na adubação de plantas.

Fonte: AgricOnline

Armazenamento

Como a ureia possui o componente amônia, é extremamente importante saber como armazená-la para que não haja nenhum tipo de deterioramento do produto, bem como riscos para quem o manuseia, para animais de estimação, entre outros.

Também é importante encontrar um local fresco, de baixa temperatura e que seja bem ventilado. Isso também auxilia a reduzir o efeito da ureia no meio ambiente. Logo, assim como a aplicação, o armazenamento da ureia também é altamente importante.

Visite o nosso site e conheça todos os excelentes produtos agrícolas disponíveis.

Veja mais textos interessantes: