Cavalo Campolina: características da raça

Cavalo Campolina: características da raça

Para quem curte cavalos, é possível imaginar o quanto os animais da raça campolina ganham destaque em preferências.

 

Dócil, charmoso, adaptável e robusto, esta raça atrai cada vez mais a atenção de produtores e demais interessados na área, que prezam por uma boa montaria e conforto.

 

Quer saber mais? Então, leia o post até o final, saiba tudo sobre o cavalo campolina e veja o porquê essa raça é tão conhecida e admirada no setor rural.

 

 

Conhecendo a história da raça

 

A raça de cavalo campolina tem a sua origem em 1870, no estado de Minas Gerais, considerado o berço de sua criação.

 

O nome da raça faz referência a Cassiano Campolina, responsável pelo início da criação que teve por objetivo obter um cavalo com aspecto robusto e uma andadura mais eficiente.

 

Cavalos da raça campolina marchando no campo
O cavalo campolina foi criado para ter um aspecto robusto e andadura mais eficiente

 

Cassiano trouxe de Juiz de Fora, uma égua conhecida pelo nome de Medeia, que ganhou do Imperador D. Pedro II. Como o animal estava prenhe de um garanhão Andaluz, o resultado foi o primeiro exemplar dessa raça.

 

Ao longo de sete décadas, o cavalo campolina foi sofrendo alterações genéticas em decorrência de cruzamentos com cavalos tipo anglo-normando, mangalarga marchador e PSI, com objetivo de formar animais de grande porte, ágeis, resistentes e confortáveis no andamento.

 

Após todo esse processo, chegou-se até a raça campolina, que se tornou um dos cavalos mais procurados quando o assunto é montaria, com porte nobre, formas harmoniosas, traços e uma estrutura óssea muscular.

 

Cassiano Campolina faleceu em 1904. Coube a um de seus herdeiros, o tenente coronel Joaquim Pacheco de Resende e sua família, cumprir o seu legado, criando, selecionando e aperfeiçoando a raça campolina que se tornou uma raça tão popular e conhecida como é nos dias atuais.

 

Cavalo Campolina com potrinho
O cavalo Campolina é considerado excelente para passeios rurais por ser bastante dócil.

 

Originalmente, o campolina foi utilizado para a tração de tróleis e carruagens. Atualmente, é um excelente animal para o lazer, reunindo o conforto da marcha ao porte robusto para passeios rurais.

 

Principais características do cavalo campolina

 

O Cavalo campolina é considerado um cavalo único por ser visualmente bonito e, como já dissemos, de temperamento dócil para criação. Confira as principais características:

 

  • Possui um porte físico grande e robusto;
  • Possui a cabeça “seca”;
  • Tem um perfil subconvexo para retilíneo;
  • Possui um olhar vivo;
  • Tem orelhas médias, podendo tender para longas;
  • Possui um pescoço alongado com estrutura musculosa. Proporciona ao animal um belo movimento de cabeça;
  • Crinas robustas, mostrando-se vistosa mesmo a longas distâncias;
  • Sua garupa é altamente longa, podendo ser um pouco inclinada;
  • Tem anca um pouco circular, e sua cauda possui uma inserção mais baixa;
  • Em termos de personalidade, podemos perceber que é um cavalo dócil e possui movimentos harmônicos, tornando a sua montaria confortável;
  • Para os cavalos machos, eles tendem a ter tamanhos de 1,58 m, enquanto as fêmeas possuem 1,52 m de tamanho. O peso médio é de 500 kg;
  • A sua pelagem é castanha, embora possa existir outras cores e particularidades distintas do cavalo.

 

 

Conclusão

 

Conforme vimos, o cavalo campolina é, sem dúvida, o preferido de muitos produtores quando o assunto é montaria e conforto. Por ser facilmente criado, acaba conquistando muita gente.

 

Agora que você já sabe tudo sobre o cavalo da raça campolina, bem como as suas principais características, que tal conhecer os nossos serviços?

 

Para encontrar cavalos à venda em todo Brasil, acesse agora mesmo o nosso site e encontre as melhores oportunidades.

 

Veja também: Cavalo crioulo: características da raça