5 razões para investir em drones para a gestão de fazendas

5 razões para investir em drones para a gestão de fazendas

 

Não é segredo que as mudanças climáticas, pragas, incêndios, invasores ou outros, ameaçam os rendimentos, podendo colocar em xeque o trabalho árduo de meses.

 

Todo agricultor reconhece essa aflição, mas, há uma saída para monitorar tudo isso de forma rápida e eficiente: os drones agrícolas.

 

Entretanto, se ainda há alguma dúvida em relação ao investimento, este artigo é para você. Aqui estão 5 razões para investir em drones para a gestão de fazendas. Continue a leitura e saiba mais!

 

 

1. Reduz o custo da produção

 

Convenhamos, os custos estão sempre no topo da lista dos agricultores, e não é para menos. Afinal, estamos vivendo em tempos instáveis, devido à pandemia. Portanto, é comum que as pessoas se perguntem: como Brasil vai superar a crise?

 

Por sorte, os drones proporcionam menores custos de produção. Tarefas como observação de campo, por exemplo, demandam de várias horas de trabalho.

 

No entanto, um drone pode lidar com essa tarefa com maior eficiência e em menos tempo. Além disso, se você utiliza veículos para tal função, lembre-se que um drone economiza combustível e manutenção.

 

Drone agrícola sobrevoando a plantação
Apesar do investimento inicial, o drone representa menores custos de produção

 

 

2. Detecta infestações

 

Essa é uma das maiores razões para investir em drones para a gestão de fazendas. Os drones podem ser usados para identificar áreas danificadas por pragas. E, bem sabemos, que manter infestações sob controle não é uma tarefa simples.

 

Portanto, é crucial ter ferramentas que reduzam o tempo necessário para analisar e quantificar pragas que consomem a colheita.

 

 

3. Dados em tempo real

 

Durante a estação de crescimento, as mudanças ocorrem rapidamente. Portanto, ter acesso a informações em tempo real é essencial para identificar e minimizar impactos negativos que podem surgir ao longo do processo.

 

Tradicionalmente, os agricultores contam com imagens de satélite ou aeronaves para monitorar a saúde e avaliar características gerais do plantio.

 

Mas, esses métodos tradicionais levam tempo e até os dados serem transformados em ações, muita coisa pode estar em risco. No entanto, com os drones atuais, você recebe imagens de alta resolução e consegue analisá-las de imediato. Inclusive, esse é um recurso poderoso no combate de doenças e pragas.

 

Drone mapeando fazenda e tablet na mão de agricultor
Os drones podem enviar informações da fazenda em tempo real direto para um celular, tablet ou computador

 

 

4. Pulverização

 

A pulverização é fundamental para manter altos rendimentos. No método tradicional, ela é feita manualmente com veículos ou avião, o que encarece o processo.

 

No entanto, os drones podem ser equipados com grandes reservatórios, que, claro, podem se preenchidos com fertilizantes, pesticidas, etc. Dessa forma, a pulverização é mais segura e econômica. Além disso, você pode programar o drone conforme o horário e a rota desejada.

 

Mas, o principal benefício nesta área é a pulverização local. Ela costuma ser uma tarefa complexa, no entanto, graças ao drone, a pulverização local pode ser realizada em menos tempo e com menor custo ambiental.

 

 

5. Sistemas integrados

 

Durante anos, um dos maiores problemas em aderir aos drones agrícolas era a necessidade de investir em outros sistemas complementares, como: software de planejamento de voo, mapeamento, análise de imagem, etc.

 

Contudo, os tempos mudaram e as empresas criaram sistemas que combinam tudo que você precisa em um único “pacote”. Esses pacotes tornam o fluxo de trabalho mais fácil e ágil.

 

Se interessou pelo investimento? Saiba que no MF Rural tem diversas opções de drones disponíveis, conforme a sua necessidade. Acesse nosso site e confira!

 

Que tal adquirir mais conhecimento? Veja essas novidades: