Ovinocultura: como criar ovelhas com sucesso!

Ovinocultura: como criar ovelhas com sucesso!

No Brasil, a ovinocultura é uma atividade que vem crescendo muito nos últimos anos, por ser uma boa opção de investimento na criação de animais, variando as fontes de renda da propriedade, uma vez que os ovinos são animais que dão origem à uma diversificada e valiosa gama de produtos.

Portanto, neste artigo vamos abordar a origem da ovinocultura e seu cenário no Brasil, as vantagens dessa prática, as principais raças de ovinos, bem como dar algumas dicas para iniciar uma criação desses animais. Confira!

O que é ovinocultura e cenário no Brasil

A ovinocultura é a criação de ovinos, isto é, carneiros, ovelhas e cordeiros. É um modelo de criação antigo que ocorre em todo o mundo.

Evidências de DNA comprovaram que os primeiros ovinos domésticos, ​criados em rebanho, são uma variação do mufão, uma espécie que começou a ser domesticada no Iraque, 9.000 anos a.C.

Ao longo do tempo, esses animais se adaptaram a diferentes climas e passaram a ser fonte de leite, carne, lã e pele, usada para a fabricação de vários produtos.

Criação de ovelhas, ovinocultura.
A ovinocultura é uma atividade considerada versátil, que permite a comercialização de diversos produtos.

No Brasil, desde a década de 90 vem ocorrendo um aumento significativo no rebanho de ovinos. Em 2020, chegou a 20,6 milhões de cabeças, um crescimento de 3,3% em relação ao ano anterior, segundo dados do IBGE.

De acordo com dados da Embrapa, a região Nordeste se consolidou tanto na criação de caprinos como de ovinos, possuindo o maior rebanho, 70,6% do total. Isso acontece porque esses animais são muito resistentes aos climas secos e quentes.

Na região Nordeste a criação de ovinos se deu principalmente como meio de subsistência. Aliás, a ovinocultura vem viabilizando sistemas de produção animal em pequenas propriedades, principalmente na agricultura familiar, como uma importante alternativa econômica no agronegócio.

Ovinocultura no Nordeste brasileiro
No Brasil, a ovinocultura se adaptou muito bem em regiões como no Nordeste graças à raças resistentes ao calor.

Leia também: Ovinocultura de corte: 10 dicas para iniciar na atividade.

Quais as principais raças de ovinos criadas no Brasil

Após mostrar o que é a ovinocultura e seu cenário no Brasil, agora vamos apresentar as raças consideradas mais importantes para criação no Brasil. Confira as principais características de cada uma delas:

  • Santa Inês: dupla aptidão (carne e pele), várias cores e tonalidades. Com ausência de lã, é criada principalmente no Nordeste;
  • Dorper/White Dorper: voltada à produção de carne, se adaptou bem ao clima do Brasil, carcaça de ótima qualidade, pelagem branca com cabeça e pescoço pretos;
  • Suffolk: produtoras de carne com pelagem e cascos negros, além de ótima habilidade materna;
  • Morada Nova: raça que foi desenvolvida no Nordeste, com dupla aptidão (carne e pele), cabeça larga, focinho curto, perfil subconvexo e pele escura;
  • Hampshire Down: aptidão para carne, com precocidade de terminação, são fortes, têm a cabeça larga, sem chifres, cara negra, pouca lã, olhos grandes e peito largo.
Raça de ovinos Santa Inês
Raça de ovino Santa Inês, uma das mais encontradas no Brasil.

Quais as vantagens da ovinocultura?

Comparada com a bovinocultura, a criação de ovinos apresenta vantagens. Confira algumas:

  • Em um hectare de pasto é possível criar 10 ovelhas (seria o espaço de um bovino);
  • Uma ovelha come em torno de 4 kg de alimento por dia – uma vaca come 40 kg;
  • Período de gestação de uma vaca é de nove meses – das ovelhas é de cinco meses. Pode ter duas crias por ano;
  • É possível fazer a integração agricultura-pecuária, criando esses animais em determinadas lavouras;
  • Possibilidade de exploração da atividade em áreas pequenas propriedades.

Manejo dos ovinos

Além disso, uma das principais vantagens de investir na ovinocultura é a possibilidade de criação de ovinos a pasto, sem a necessidade de grandes estruturas. A alimentação desses animais pode ser feita a base de volumosos, como pastagem ou silagem (a base de milho, sorgo e capim-elefante, por exemplo).

Cuidados com a alimentação na ovinocultura
É possível criar os ovinos apenas com pastagem, mas é preciso ficar atento à qualidade e também suplementos.

Entretanto, é importante contar com a ajuda de um profissional para avaliar a necessidade de suplementação. Existem dois tipos: concentrados energéticos (como farelo de trigo e farelo de arroz) e proteicos (como farelo de soja e de amendoim).

Outro detalhe interessante na criação desses animais é que as ovelhas e demais ovinos são bastante dóceis. Assim, não é difícil mantê-los sob controle, embora seja sempre importante mantê-los sob guarda para evitar que fujam ou até mesmo sejam atacados por outros animais, ocasionando prejuízos ao criador.

Ademais, o ciclo reprodutivo desses animais também é algo que tem chamado bastante a atenção dos criadores. Os machos, por exemplo, atingem a maturidade sexual entre 6 a 8 meses de idade e são considerados adultos a partir de 2 anos. Como reprodutor, pode ter até na faixa de 7 a 8 anos de vida útil.

Já as fêmeas de ovinos podem ter até duas crias por ano, o que permite aumentar o rebanho a partir das matrizes.

Ovelha com dois cordeiros pequenos no pasto
Geralmente as ovelhas apresentam gestação simples, porém já aconteceram partos até quádruplos.

Como a ovinocultura pode ser rentável?

A ovinocultura é uma atividade muito interessante para produtores rurais, uma vez que oferece uma boa rentabilidade, atendendo a uma parcela diferenciada de clientes e diversificando seus lucros. Afinal, vem atraindo cada vez mais consumidores. Confira:

  • A carne do cordeiro​, por exemplo, se tornou um alimento gourmet ​em restaurantes de alto padrão e em grandes centros;
  • O leite passou a ser um valioso ingrediente usado na produção de doces e de diferentes tipos de queijos como o roquefort;
  • A e o couro passaram a ser matéria-prima de alto valor, usada em roupas de inverno, bolsas, tapetes e cobertores, inclusive destinados à exportação.

Outra vantagem de entrar no mercado da ovinocultura é que a demanda de produtos ovinos está maior do que a oferta, devido a destinação cada vez maior dos seus produtos.

Além da sua expansão no mercado nacional, as portas da ovinocultura estão se abrindo às exportações dos derivados de ovinos brasileiros, o que certamente pode aumentar a lucratividade da criação.

Ovinocultura voltada à produção de lã
A ovinocultura é uma atividade bastante versátil. O criador também pode optar pela criação de raças voltadas à produção de lã.

Veja também: Dicas para selecionar ovinos e caprinos.

Como começar na atividade?

Agora que já sabe um pouco mais sobre a área de ovinocultura, está na hora de saber como, na prática, pode entrar nesse mercado que está em crescimento. Por isso, separamos algumas dicas que podem ajudar.

O primeiro passo fazer uma boa pesquisa sobre o mercado, isto é, um planejamento dessa atividade. Inegavelmente os ovinos são animais que proporcionam versatilidade, podendo ser criados visando abate, produção de lã ou comércio de leite. Escolha em quais dessas atividades quer investir.

Ao iniciar na ovinocultura é preciso ficar atento na aquisição das matrizes. Machos e fêmeas de boa procedência vão garantir o aumento do rebanho com qualidade, baseando-se no objetivo da propriedade. Isso inclui também o número de animais que a sua propriedade comporta.

Outro detalhe importante antes de iniciar na atividade, é aprender sobre os cuidados sanitários necessários ao ambiente em que os ovinos serão criados, bem como com a saúde dos próprios ovinos.

Os ovinos precisam tomar algumas vacinas e também demandam controle de vermes e outros parasitas que podem afetar a saúde do animal e, consequentemente, a sua carne. Por isso, busque criar um cronograma de vacinação e de vermifugação dos animais, com o fim de evitar esses problemas.

Pessoa analisando o mercado de ovinocultura
O criador que está entrando no negócio deve conhecer antes todos os detalhes sobre a atividade.

Outro fator que deve ser considerado é o local em que os ovinos serão criados. Como falamos, o rebanho precisa ter uma boa oferta de alimento. Assim, escolher um local que tenha um bom pasto ou se certifique de sempre oferecer uma boa quantidade de suplementos alimentares diariamente. A área pode até ser montanhosa, mas sem umidade em excesso.

Qual o seu objetivo na ovinocultura?

Ter uma boa gestão também é importante com a finalidade de ter sucesso com a criação de ovinos, como de qualquer outro tipo de animal. Busque sempre ter um controle dos seus gastos, além de informações gerais sobre o pasto e seu rebanho, comercialização dos produtos, ou seja, saber para quem vender.

Dessa maneira, poderá prever, com antecedência, problemas que poderão ser resolvidos com facilidade, sem que isso coloque em risco a sua lucratividade e a saúde dos ovinos.

Assim, conhecendo todos os detalhes sobre a criação de ovelhas e outros ovinos, terá uma maior capacidade para investir nesse mercado, seja como uma das principais rendas da sua fazenda ou como uma maneira de diversificar a criação.

No vídeo abaixo, confira um exemplo de criação de ovinos na Serra Catarinense:

Fonte: Vale Agrícola.

E então, gostou de aprender mais sobre a ovinocultura? Aproveite e acesse também o nosso post sobre criação de caprinos. Boa leitura!

Post Relacionado