Como plantar suculentas e cactos em vasos?

Como plantar suculentas e cactos em vasos?

Sabemos que os apaixonados por suculentas e cactos não as cultivam somente em pequenas quantidades.

 

Além de serem versáteis, esteticamente bonitos e resistentes, não precisam de muitos cuidados e exigem pouca água. Contudo, é preciso saber como fazer o plantio de forma correta nos vasos para que cresçam de forma saudável.

 

Quer saber como plantar? Então, leia o post até o final e saiba como cultivar suculentas e cactos em vasos.

 

 

Diferença entre cactos e suculentas

 

Em geral, todo cacto pode ser considerado como uma suculenta, porém nem toda suculenta é um cacto. Como assim?

 

As suculentas possuem raízes, talos e folhas mais grossas para permitirem o armazenamento de água em quantidades maiores do que outras plantas. Com isso, conseguem sobreviver em ambientes áridos e secos.

 

Planta babosa é uma suculenta
A babosa, uma suculenta utilizada para fins medicinais, pode ser plantada em vasos, mas precisam de um espaço maior.

 

Existem vários tipos de suculentas. As mais conhecidas são os cactos. A diferença para as demais suculentas é que os cactos não possuem folhas, tem os caules bem rechonchudos para o armazenamento de água e possuem espinhos que podem ser grandes ou quase imperceptíveis.

 

Os espinhos vieram de uma adaptação natural, apresentados apenas nos cactos, para se proteger de animais que venham a se interessar em comê-los no meio do deserto já que são cheios de água por dentro.

 

Vaso com plantio de cacto
Entre as suculentas mais conhecidas estão os cactos, com seus espinhos característicos.

 

Um exemplo de suculentas que não se enquadram na família dos cactos e podem ser plantadas em vaso são as abóboras.

 

 

Cuidados na hora de plantar suculentas e cactos

 

Entender o processo de plantio de uma suculenta ou cacto em um vaso não tem muito mistério. Até porque já sabemos que são “independentes”, ou seja, não requerem manutenções frequentes, graças as suas características de armazenar água.

 

Cacto plantado em vaso
Os cactos dão um belo visual depois de plantados. Tratos são relativamente fáceis.

 

Outra questão importante a considerar é o fato de que essas plantas não podem ser regadas diretamente. A água deve ser colocada no solo ou depositado em algum prato no fundo do vaso furado, para que a água seja absorvida. Isso é feito uma vez por semana ou a cada 15 dias.

 

Se optar por deixar a água no fundo do prato, tome cuidado para que não se transforme em criadouro do mosquito transmissor da dengue e outras doenças. O ideal é deixar o recipiente sempre limpo.

 

Como plantá-las em vasos

 

Agora vamos listar o passo a passo ideal para você realizar o plantio da suculenta ou cacto de sua preferência e dar aquele charme especial no vaso. Antes de mais nada, na hora de manusear cactos com espinhos, utilize sempre uma luva grossa para evitar que entrem na sua mão.

 

Siga as dicas abaixo para fazer um bom plantio:

 

 

1. Escolha do vaso

 

Na hora de escolher o vaso de sua preferência para realizar o plantio, certifique-se de que o recipiente esteja bem limpo. Fazendo isso, é possível prevenir futuras contaminações de fungos ou bactérias.

 

Dica: a melhor opção são os vasos de cerâmica, já que sua composição porosa favorece a absorção de água.

 

Vasos de cerâmica, substrato e plantas
Os vasos de cerâmica são os mais indicados para o plantio de cactos e suculentas.

 

 2. Substrato

 

Componentes mais indicados para a composição do substrato são pedriscos e uma mistura que é preparada com duas medidas de uma boa terra e duas medidas de areia de construção (não use areia da praia porque tem sal). Finalize com perlita, britas ou cacos de telha, que também podem substituir os pedriscos.

 

3. Hora de montar

 

Para iniciar a montagem do vaso faça uma primeira camada de pedriscos, cascas de palmeira ou argila expandida, como forma de que a água não fique acumulada no fundo do vaso e acabe apodrecendo as raízes do seu cacto.

 

O ideal é que os pedriscos estejam soltos e arejados. Então, certifique-se de que a terra não possua torrões, a fim de favorecer uma drenagem mais eficiente.

 

Colocação do substrato no vaso
O substrato é o último a ser colocado no vaso, antes do plantio do cacto ou suculenta.

 

Para ajudar no processo de drenagem da água, em seguida use uma manta de TNT ou bidim (material sintético com filamentos provenientes de materiais recicláveis). Isso evita que o substrato depositado no vaso seja eliminado na hora de regar a planta.

 

Após as duas etapas que citamos acima, deposite o substrato, que é a última etapa antes de plantar o cacto ou a suculenta.

 

 4. Realize o plantio

 

Como algumas suculentas podem ser sensíveis, pegue-as com bastante leveza. Se existirem folhas secas, retire-as antes de depositá-las no vaso.

 

Na sequencia do plantio, utilize os dedos para abrir o espaço na terra, e deposite-a ali. Cubra o restante do vaso com mais substrato e finalize com pedriscos ou qualquer outro material de sua preferência. Fácil, não é?

 

Vasos com cactos plantados e decoração
Depois de prontos, os cactos e suculentas dão uma decoração especial e bonito em seu jardim

 

Agora que você já sabe as diferenças entre cacto e suculentas e aprendeu o passo a passo para plantá-los nos vasos de sua escolha, que tal conhecer os nossos anunciantes de produtos para plantio?

 

Acesse agora mesmo o nosso site e entre em contato conosco.