Criação doméstica de faisão

Criação doméstica de faisão

Para quem busca a criação doméstica de aves exóticas, inclusive para comercialização, já deve ter ouvido falar dos belos faisões.

Originário de países asiáticos, o faisão se alastrou por todo o mundo. No decorrer do tempo, vem sofrendo mudanças, especialmente pelo seu cruzamento com outras espécies de aves.

Aliás, para quem busca realizar a criação doméstica, definitivamente o faisão estão dentro desta lista.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, leia o post até o final e confira tudo sobre essa espécie de ave, incluindo as melhores formas para criá-lo de forma saudável.

História do Faisão

O faisão é uma espécie de ave que tem a sua origem da Ásia, sendo considerada uma das aves favoritas na caça.

Contudo, no decorrer do tempo e da evolução da gastronomia, esse setor percebeu a importância de incluir essa ave nas receitas gastronômicas para restaurantes. Hoje, o faisão é muito popular em diversos locais.

Dessa maneira, podemos observar que a criação doméstica dessa ave nos dias atuais é bastante comum.

Faisão parado em cima de uma rocha, em ambiente natural.
De origem asiática, o faisão chama a atenção por sua plumagem e cor.

Portanto, em decorrência da mistura dessa espécie com outras aves, o faisão acabou saindo do quadro crítico de extinção, dando origem a diversas espécies com características e fisiologias semelhantes.

Principais características

No quesito físico, o faisão apresenta uma plumagem extremamente colorida e um porte (estatura) médio. De forma proporcional, sua cabeça acaba sendo bem maior que o restante de seu corpo.

Além disso, é interessante mencionar que essas aves podem chegar até 90 centímetros de corpo, enquanto suas asas garantem um tamanho médio que gira em torno de 70 a 90 centímetros.

Em se tratando do seu peso, podemos notar variedades. Mas, em geral, atinge em torno de 500 gramas (quando filhotes), podendo chegar até aos três quilos já na fase adulta. Os faisões machos normalmente são mais pesados que as fêmeas.

Diversidade do faisão

Um fato interessante a se notar é que essas aves são dimórficas, ou seja, quando é possível diferenciar o macho da fêmea pela aparência externa. Em outras palavras, somos capazes de observar leves alterações entre os seus gêneros.

Além da altura, também podemos diferenciar os machos das fêmeas através de sua plumagem, que tende a apresentar cores mais fortes e um comprimento de cauda ainda maior.

Faisão pousando com asas abertas
As asas dessa ave são redondas, largas e curtas, o que lhe permite voar verticalmente e alcançar uma altura de até 10 metros em poucos segundos.

Após o cruzamento do faisão com outras aves, surgiram outras 30 subespécies de faisões.

Nesse quesito, podemos perceber suas diferenças através da intensidade das cores e sua plumagem. Os mais conhecidos são os faisões tipo azul, coleira, dourado, chinês e satyr.

Sobre a criação doméstica do faisão

Para que tenhamos sucesso na criação doméstica dessas aves, precisamos entender alguns pontos importantes e exclusivos dessa espécie. Confira a seguir:

1. Territorialidade

O faisão é uma ave habituada a viver em amplos espaços, como prados, campos e florestas, de forma que consiga aproveitar um voo livre.

Faisões criados em viveiro
O faisão tem capacidade de voar curtas distâncias. Portanto, na criação doméstica é preciso haver espaço suficiente, mesmo com muitas aves.

Sendo assim, ao criá-los de forma doméstica, é necessário garantir que o local seja amplo para essas espécies.

Em geral, os criadores de faisões afirmam que cada ave deve permanecer em um espaço de mais ou menos dois metros quadrados.

Esse é um fator importante e que precisa ser levado em consideração para garantir a saúde dessas aves, sobretudo se a criação desse animal for em grandes quantidades.

Além disso, o faisão gostar de dormir em árvores. Dessa forma, na criação doméstica é preciso que o viveiro tenha pelo menos um tronco ou arbusto para a ave empoleirar.

2. Alimentação

Em geral, os faisões se alimentam de insetos, larvas, frutas, hortaliças, brotos e sementes. A ave pode receber ração indicada para galinhas ou codornas. A refeição deve ser fornecida três vezes ao dia.

Faisão se alimentando em uma vasilha
Os faisões se alimentam de sementes e pequenos animais. Mas, na criação doméstica pode se adaptar a determinados tipos de rações.

Principais etapas para adaptação

Assim como qualquer outro animal, o faisão precisa passar por etapas para conseguir se adaptar e sobreviver ao meio no qual está inserido. Esses cuidados vão desde filhotes até a sua fase adulta. Para isso, precisamos considerar:

1. Após os primeiros 60 dias de nascimento dos filhotes de faisão, eles precisam estar submetidos aos raios infravermelhos a altas temperaturas, girando em torno de 34º a 40ºC;

Filhotes de faisão numa incubadora
Os filhotes de faisão precisam ser submetidos a cuidados especiais, como raios infravermelhos e elevadas temperaturas.

2. Quando começarem a se adaptar com a temperatura do mundo exterior, eles passam a dormir em pequenas camas, feitas de serragem ou lascas;

3. Após chegarem a um período de 150 dias, contando a partir de seu nascimento, os faisões já podem ser transferidos para viveiros com temperatura ambiente.

O tipo de maquinário para a criação

Se tratando da criação doméstica dos faisões, é necessário garantir que haja todo o maquinário adequado para se adaptar e sobreviver no local. Isso é mais recomendado principalmente quando estão em seus primeiros dias de vida.

Caso a criação seja para a comercialização, especialmente de seus ovos, é necessária a aquisição de uma incubadora e outros maquinários importantes, como é o caso de gaiolas com amplo espaço, de preferência ao ar livre, e raios infravermelhos presentes no local.

Principais objetivos da criação de faisão

Afinal, é bastante comum encontrar pessoas que optam pela criação desses animais justamente para a venda de sua carne. Isso porque agrada o paladar dos consumidores, sendo bastante requisitada em luxuosos restaurantes.

Além disso, também podemos citar outro objetivo importante de sua criação: a venda de seus ovos.

Entretanto, há outras demandas interessantes, como é o caso da criação de faisões para revendê-los à outros produtores ou negócios de caça.

Não podemos deixar de mencionar que existem muitos apaixonados pelos faisões que criam essas aves apenas como animais de estimação.

No vídeo abaixo, confira como é feita a criação de filhotes de faisão. Criador transformou amor por essas aves em fonte de renda:

Fonte: Marcelo Silveira.

Gostou desse artigo? Conforme vimos, o faisão é uma ave exuberante e que pode ser facilmente domesticada, desde que os critérios de adaptação sejam seguidos de forma criteriosa.

Agora que você já conhece as principais características do faisão, caso queira encontrar aves à venda, acesse nossa página com diversos anúncios de vendedores de todo Brasil.