Dicas para o cultivo de manga

Dicas para o cultivo de manga

Uma das frutas mais populares em todo mundo, a manga vem ganhando cada vez mais espaço no mercado interno, destino de quase toda a produção nacional.

Consumida principalmente ao natural, pode ser transformada em numerosos produtos: polpa simples, suco, sorvete, geleias, compotas, etc. É ótima fonte de vitaminas A e C.

Embora o cultivo da manga não exija tantos cuidados especiais, por ser uma planta rústica, para uma boa produção é preciso levar em conta algumas técnicas, principalmente no preparo das mudas, plantio, poda e ataque de pragas. É o que mostraremos neste artigo.

Importância da fruta no cenário nacional

De acordo com o IBGE, em 2018, o Brasil plantou pouco mais de 65 mil hectares de manga, com produção de 1.319 milhão de toneladas.  O cultivo ocorre em 21 estados, com destaque para Pernambuco, Bahia e São Paulo. 

Penca de manga no pé
A cada ano, o Brasil vem aumentando sua produção de manga que também garante divisas ao país com a exportação.

No ano passado, as exportações da fruta foram recordes e a oferta nacional cresceu, como era esperado, já que novas áreas entraram em produção.

As exportações de manga bateram recorde em 2019 (até novembro), com 197 mil toneladas, quantidade 20% superior ao do mesmo período de 2017, quando foi registrado o último recorde, e 8% em receita, no mesmo período de comparação, de acordo com dados da Secex.

Arte mostrando a produção de manga no Brasil.
Fonte: Brasil Hortifruti -anuário.

Portanto, é uma fruta importante para o país e, investir no seu plantio, pode se tornar numa excelente fonte de renda para a agricultura familiar. Conheça, a seguir, algumas dessas técnicas de cultivo.

Cultivo de manga: solo e adubação

Para que o produtor tenha êxito no cultivo da manga é preciso adotar práticas adequadas de cultivo, de modo que o produto atenda às exigências do mercado consumidor.

Todavia, é essencial que a fruta tenha boa qualidade. Dessa forma, confira os principais tratos culturais que começam com a escolha da área para plantio.

Aliás, o pé de manga é considerado bastante rústico e pode se adaptar tanto a solos arenosos quanto argilosos, o que é relativamente fácil de ser encontrado em nosso país.

Ao fazer o cultivo da planta, é preciso deixar um espaço mínimo entre as plantas e os corredores de no mínimo 5 metros. Portanto, não é necessária uma área tão grande para o cultivo que pode ocorrer em pomares, chácaras e sítios.

Segundo a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), a adubação ideal consiste em aplicar de 5 a 10 kg de esterco de curral, ou 5 a 10 kg de esterco de aves. Pode colocar também de um a dois quilos de torta de mamona, uma espécie de adubo orgânico.

Além disso, deve acrescentar 100 g de superfosfato simples e 50 g de cloreto de potássio a cada 10m de área plantada.

Sementes e plantas matrizes

No Brasil, a semeadura do pé de manga é feita entre os meses de outubro e março. Entretanto, é importante realizar o procedimento o quanto antes para obter melhores taxas de germinação e, portanto, garantir o sucesso desse cultivo.

Mudas de manga em sacos prontas para plantio
O produtor deve estar atento à produção de mudas, optando por aquelas mais procuradas pelos consumidores.

Por ser uma semente fácil de encontrar e por ter um processo de preparação relativamente simples, você usa a fruta da planta matriz.

Em seguida, deve tirar a sua polpa, lavar as sementes que devem ser colocadas na sombra para secar e extrair a casca que envolve a amêndoa.

No entanto, é preciso estar atento às plantas matrizes de manga. Por isso, para terem uma boa aceitação comercial, devem se encaixar em certos requisitos, como: alta produtividade, resistência às pragas, coloração, aroma e sabor de frutas atraentes.

Enxertia

No caso da enxertia, o cultivo da manga envolve a junção do porta-enxerto (cavalo) com o enxerto (copa).

Entretanto, para o sucesso da enxertia dessa fruta depende da compatibilidade entre o porta-enxerto e o enxerto, das condições climáticas, a qual está relacionada com a temperatura, da umidade, da habilidade do enxertador e dos cuidados antes e depois essa operação.

No vídeo abaixo, veja como fazer o enxerto de manga “três em uma”, mais uma opção de cultivo:

Fonte: Vida Verde.

A mangueira, quando enxertada e conduzida de acordo com os requisitos técnicos exigidos pela cultura, começa a produzir no segundo ano após o plantio. Mas a produção econômica ocorre só a partir do quarto ano.

Variedades de manga

Existem diversas variedades de manga cultivadas no Brasil. As mais indicadas para plantio comercial, mesmo na agricultura familiar, são aquelas que aliam a produtividade a fatores como coloração, sabor, pouca fibra e semente pequena, tais como a keitt, a kent, a van dyke e a surpresa.

Todavia, a variedade tommy atkins responde por 80% do plantio de manga no Brasil devido a sua maior resistência ao ataque de pragas e doenças, e por apresentar maior durabilidade depois da colheita. A fruta possui uma coloração avermelhada na casca, um requisito básico para a exportação.

Já a haden é mais suscetível ao ataque de pragas e, portanto, precisa de alguns cuidados extras no cultivo. Mas, nem por isso elas devem ser desconsideradas, uma vez que apresentam diversas outras qualidades, conforme mostraremos abaixo.

Homem segura com a mão uma manga
Existem diversas variedades dessa fruta no Brasil e cultivo é uma boa opção para a agricultura familiar.

Tipos de manga

  • Manga tommy atkins – Frutos médios a grandes, de 400 a 700g, cor amarela a vermelha, superfície lisa, casca grossa e resistente. De excelente sabor, doce e pouca fibra. Relativamente resistente a antracnose.
  • Manga haden – Frutos médios a grandes, 400 a 600g, cor amarelo-rosada; polpa sucosa, sem fibras, doce e de cor laranja-amarelada. Semente pequena. Aliás, além de vegetar muito, essa fruta é considerada alternante e suscetível à antracnose e a seca da mangueira.
  • Manga keitt – Frutos grandes, 600 a 900g, cor amarelo-esverdeada com laivos fracos avermelhados; polpa amarelo intenso, sem fibras, sucosa; semente pequena; planta muito produtiva, com hábito de crescimento típico, com ramos longos e abertos.
  • Manga kent – Frutos grandes, 600 a 750g, ovalados, de casca verde-claro-amarelada, tornando-se avermelhada, quando madura, e de maturação tardia; polpa amarelo-alaranjada, doce, sem fibra. Árvore vigorosa e produtiva.
  • Manga van dyke – Frutos médios, 300 a 400g, cor amarela com laivos vermelhos; polpa firme e resistente ao transporte; sabor agradável, muito doce. Semente pequena, planta muito produtiva.
  • Manga surpresa – Frutos médios a grandes, 400 a 600g, cor amarelo intenso; polpa amarela, firme, sucosa, muito doce, sabor agradável e sem fibra. Semente pequena, planta muito produtiva, relativamente resistente à antracnose.
  • Manga Palmer – Antes da maturação, os frutos da manga palmer são verde-arroxeados. Quando maduros, tornam-se corados de vermelho escuro. A polpa é amarelada, firme e com pouca ou nenhuma fibra. Além disso, um destaque dessa variedade é concentração de vitamina C.

No vídeo abaixo, confira como preparar uma salada deliciosa com manga:

Fonte: Biofocus Hub.

Cultivo: cuidados gerais

Em regiões semiáridas, quando não há a presença de um sistema de irrigação, é preciso fazer o plantio no período das chuvas. Mas, quando existe a instalação desse sistema de cultivo, o plantio de manga pode se dar em qualquer época do ano.

Por conseguinte, para obter mangueiras sadias, é preciso cuidar sempre da limpeza da vegetação nativa e a escarificação (afofamento) do solo.

Homem usando tesourão para podar pé de manga
Para o sucesso do cultivo da manga, uma das etapas importantes é ficar atento às fases de poda da mangueira.

Outra etapa importante do cultivo da manga é a realização de podas de formação e de produção da planta. Ela ocorre em várias etapas até que a mangueira esteja com toda sua estrutura arquitetônica definida. 

A poda de formação ocorre no desponte da muda. Este procedimento deve deixar a muda com uma altura de 60 a 80 cm. Logo após a esta operação, ocorrerá uma intensa brotação, a qual deverá ser retirada.

Apenas três brotos devem permanecer, em alturas diferentes. Procure deixar os brotos a uma distância igual entre eles.

Com relação à poda de produção da manga, estão incluídas as atividades de limpeza (remoção dos ramos secos e doentes da planta), levantamento de copa (consiste na eliminação dos ramos que estiverem até 0,70 m de altura), abertura central, equilíbrio, correção da arquitetura, além da poda lateral e de topo.

Todavia, como toda variedade agrícola, a manga também está suscetível a doenças. No vídeo abaixo, veja algumas técnicas para controle de pragas no cultivo da manga:

Fonte: Junior Lopes.

Produção na agricultura familiar

Portanto, como citamos acima, o cultivo da manga apresenta características importantes, como espaçamento não muito amplo, solos naturais, parte de adubação “caseira”, processo de preparo da semente e dos solos ajustáveis às atividades familiares.

Dessa forma, por ser uma fruta bastante popular, sempre haverá um mercado consumidor, desde que o produto esteja de acordo com as suas exigências. Afinal, quer aumentar sua renda? Fica nossa dica!

Confira também nosso artigo sobre as 6 frutas nativas brasileiras.