4 cuidados na manutenção de pneus agrícolas

4 cuidados na manutenção de pneus agrícolas

Pneus agrícolas são de extrema importância para o funcionamento e o desenvolvimento do campo. São eles que realizam o movimento de máquinas agrícolas responsáveis por praticamente todo o ciclo das mais variadas culturas implementadas em solo brasileiro.

Por conta disso, é que se faz necessário um cuidado mais que redobrado, quando estamos falando desses indispensáveis acessórios para o agronegócio brasileiro. Desse modo, para que não haja dores de cabeça, é preciso entender que a manutenção preventiva é o melhor caminho para se evitar ações corretivas que, além de serem muito mais custosas financeiramente, também costumam ser muito mais complexas do que simplesmente a troca do pneu.

Desse modo, se você deseja saber mais sobre este assunto, fique conosco e confira, a seguir, os 4 cuidados que se deve tomar na manutenção de pneus agrícolas. Acompanhe:

1. Armazenamento

Mesmo não estando em uso, os pneus agrícolas precisam de muito cuidado no armazenamento. Além de evitar desperdício de material, um pneu bem armazenado evita prejuízos tanto para a máquina no qual será inserido, quanto para o destino dessa mesma máquina.

Pneus agrícolas armazenados
O armazenamento dos pneus agrícolas novos é importante para manter suas características de fábrica.

Os pneus, câmaras de ar, válvulas, aros e rodas devem ser armazenados em locais cobertos e fechados. Deve-se evitar o armazenamento do pneu já montado.

Também é aconselhável mantê-lo longe de graxas, óleos e água. Assim como é necessário distância dos motores elétricos, por conta da liberação de gases prejudiciais aos componentes do pneu.

2. Siga a calibragem do fabricante

Compactação do solo está diretamente ligada à má calibragem dos pneus. Por conta disso, é de grande importância que se siga fielmente as recomendações do fabricante, fazendo a manutenção necessária, a fim de evitar futuras complicações.

Existe situações resultantes de uma calibragem mal feita que são bem conhecidas dos agricultores, tais como:

  • Deformação do pneu
  • Perda da capacidade de tração
  • Marcas do pneu no solo
  • Rim slip, ou seja, pneu correndo fora do aro

E isso somente se for o caso de baixa pressão. Quando nos deparamos com uma calibragem de alta pressão, é muito comum que o pneu se apresente de forma oval, se desgaste com mais rapidez e de forma irregular, além de diminuir consideravelmente a força de tração. Por conta dessas situações que se deve seguir à risca as recomendações dos fabricantes.

No vídeo abaixo, a dica é em relação ao uso da água na calibragem dos pneus agrícolas:

Fonte: JEDI8690 Máquinas.

3. Sempre monitore a pressão interna dos pneus

Mesmo quando se segue a calibragem dos fabricantes, é necessário que haja um acompanhamento contínuo da pressão interna dos pneus. O mais indicado é que essa verificação ocorra semanalmente, antes de iniciar a lida no campo. Também é aconselhável o uso de um medidor de pressão para facilitar a operação.

4. Não hesite em trocar!

Por mais que se tome cuidado e realize todos os procedimentos de prevenção, uma hora ou outra será necessário trocar os pneus. Para isso, basta acompanhar o comportamento do veículo e perceber sinais, como a redução na capacidade de tração e o desgaste das barras de tração.

Homens trocando pneu de trator
A troca dos pneus garante segurança aos operadores e bom funcionamento dos tratores.

É muito importante trocar o pneu e não tentar prolongar a sua vida, pois ações como esta pode comprometer o funcionamento dos tratores e, consequentemente, todo o trabalho da equipe de campo. Um pneu em más condições de uso pode causar acidentes e em risco a vida do tratorista e das pessoas envolvidas na operação no campo.

Gostou das dicas de hoje sobre a manutenção dos pneus agrícolas? Entre em nosso site e fique por dentro de muito mais!

Aproveite e dê uma olhada nas ofertas de nossos parceiros e entre em contato clicando em fale com o vendedor.