Lida de gado: 5 cuidados essenciais com os bovinos

Lida de gado: 5 cuidados essenciais com os bovinos

A lida de gado é muito presente atualmente nas grandes fazendas do país, sendo estas responsáveis por grande parte da produção brasileira de carne e demais produtos bovinos.

Para que haja uma boa produção, alguns fatores são importantes. O cuidado com cada espécie, alimentação e pastagem de qualidade são fundamentais. Não só isso, mas também a saúde animal é de extrema importância — questões como a vacinação, controle de doenças e conforto animal são básicas para uma boa produção.

Dessa forma, iremos trazer nesse texto cinco cuidados essenciais nas fazendas e que certamente interessam ao produtor durante a lida de gado e a quem está pensando em construir e passar a produzir gado, tanto de corte como de produção de leite.

1 – Esteja preparado para atuar na lida de gado

Um dos pontos mais importantes antes de possuir uma fazenda de gado é estar preparado para isso. Não desperdice dinheiro naquilo que você não possui conhecimento básico.

Busque se especializar na área de produção bovina, faça cursos relacionados à saúde animal, saiba como construir e adequar sua fazenda para a produção de gado e tenha conhecimentos sobre as diversas espécies.

Ter conhecimento sobre o mercado interno e externo também é fundamental. Conheça o mercado de venda bovina, as formas de financiamento, possíveis investimentos e qual será o seu retorno de lucro.

2 – Tenha espaço e equipamentos necessários

Talvez uma das coisas mais indispensáveis na lida do gado é ter espaço suficiente e equipamentos que possam atender às necessidades do rebanho na fazenda.

Peão conduzindo gado de corte no pasto
Espaço e grandes áreas de pastagem é importante principalmente na lida do gado de corte

A pastagem deve ser praticamente ilimitada — geralmente, as fazendas dedicadas à produção bovina têm centenas de hectares. Ou seja, tenha espaço e saiba manejar a pastagem nos chamados piquetes, para que enquanto uma parte esteja sendo consumida, a outra esteja crescendo.

A produção de gado demanda espaço para que seja de qualidade, por isso, é necessário ter controle sobre a quantidade de animais na fazenda. Ter um número em excesso irá prejudicar a produção e a pastagem.

Além de espaço, a lida de gado necessita de equipamentos básicos para transporte, bebedouros, cochos para alimentação e demais ferramentas, a depender das necessidades e do tipo de produção.

3 – Conheça as diferentes raças

Atualmente, diversas raças de gado são utilizadas para a produção tanto de carne como de leite. É importante conhecê-las para saber quais mais se adequem ao seu objetivo de produção. Esse conhecimento também ajuda no tratamento de doenças, na vacinação e na alimentação.

Entre as raças mais comuns para o gado de corte estão o Nelore, Angus e Brahman. Já para a produção de leite, a raça mais comum é a Holandesa, mas Jersey e Girolando também são bastante utilizadas.

Conhecer as diferentes raças bovinas torna-se importante principalmente para o controle dos seus rebanhos.

4 – Cuide da saúde e faça monitoramento animal

Uma boa pastagem, espaço suficiente e equipamentos necessários não são tudo o que você precisa para uma produção lucrativa e de boa qualidade. Para que haja excelência produtiva, alguns outros pontos também são importantes na lida de gado.

Cuidado animal

É de extrema importância que os animais sejam bem tratados, pois isso afeta diretamente a sua qualidade de vida. Animais mal cuidados não irão produzir. Então, trate-os bem e mantenha a saúde dos mesmos. De preferência, faça consultas mensais nos rebanhos para ver se está tudo certo.

Gado em curral com peão em cavalo ao fundo
Os cuidados com o gado devem ser frequentes durante a lida

Mantenha as vacinas em dia e faça uma boa dieta animal a partir do uso de rações variadas. Além de beneficiar a saúde, uma dieta equilibrada irá melhorar e aumentar a produção tanto leiteira como de gado de corte.

Monitoramento e separação animal

Monitore seus rebanhos, pois, a partir disso, você estará por dentro de qualquer mudança de comportamento animal. Assim, você também se mantém atualizado sobre a saúde do gado e evita fugas.

Separe o seu rebanho para facilitar essa verificação. A segmentação ajuda a entender quais estão prontos para a venda, quais são os mais novos, quais estão doentes etc.

5 – Faça o manejo animal adequado

A prática do manejo é essencial na lida do gado. O manejo está diretamente relacionado ao uso adequado da fazenda no dia a dia. Construa currais próprios para a alimentação individual no cocho — isso possibilita que todos possam se alimentar da ração que será fornecida.

O uso do manejo também é importante para a vacinação. É muito comum a construção de um corredor, por onde os animais são direcionados a passar e lá são vacinados. Também, o manejo adequado permite que a pastagem seja consumida de maneira uniforme, sem que haja a falta da mesma. Para isso, tenha um controle de manejo do gado entre os diversos piquetes de pastagem.

Pode-se dizer que fazer o manejo é básico, pois, é a partir dele que você terá um controle sobre tudo que ocorre com seus rebanhos, permitindo assim, a qualidade da produção.

Os cinco pontos abordados neste conteúdo são básicos para quem está começando ou já possui uma fazenda e quer saber como lidar melhor com gado no dia a dia. Obviamente, possuir uma produção de gado para corte ou para leite vai para muito além disso.

As questões climáticas também são importantes. Tenha conhecimento sobre as épocas de maior crescimento da pastagem, as mais secas e de menor crescimento. Isso é importante para que você saiba quando aumentar ou diminuir o uso de ração na alimentação bovina.

Com relação à alimentação animal, saiba adquirir produtos adequados, use rações de qualidade, pastagens específicas e, acima de tudo, mantenha a vacinação em dia.

Agora você já está por dentro do meio pecuário e já possui um conhecimento mais avançado sobre as possibilidades da lida de gado no dia a dia e quais são os pontos de atenção.

Veja também: 5 fatores que influenciam a qualidade da carne bovina