Saiba como fazer o manejo correto de bezerros leiteiros

Saiba como fazer o manejo correto de bezerros leiteiros

Trabalhar na criação de animais da fazenda é uma das atividades mais interessantes e, ao mesmo tempo, mais complexas que se tem nas rotinas da pecuária. O manejo de bezerros leiteiros, por exemplo, é uma tarefa que demanda conhecimento e experiência.

Para garantir que o processo de amamentação e o de desmame dos bezerros sejam feitos da maneira mais adequada é preciso colocar em ação algumas boas práticas. Sem elas, é impossível garantir o crescimento saudável dos bezerros, bem como a saúde da vaca.

A seguir, você vai conferir um passo a passo para fazer adequadamente o manejo de bezerros leiteiros. Tenha uma boa leitura!

Participe do grupo oficial de gado leiteiro do site MF Leilões

Pratique cuidados com os recém-nascidos

A mortalidade de bezerros recém-nascidos é muito comum na produção pecuária. O manejo durante a gestação da vaca, com acompanhamento de um veterinário, é o primeiro passo para reduzir as chances de perder uma cria. Após o nascimento do bezerro, é essencial ter alguns cuidados básicos.

Assim como os bebês humanos, os bezerros têm a necessidade de se amamentar. É preciso colocá-lo em contato com a vaca para que ele possa iniciar esse processo. Geralmente, ele se alimenta entre 2 h e 5 h após o nascimento. É muito importante que se amamente bem logo no início, pois o primeiro leite que a vaca tem é o chamado colostro, que fortalece o sistema imunológico do bezerro leiteiro e é rico em gordura, proteínas.

Para garantir que esse colostro seja, de fato, um alimento rico, fortalecendo e garantindo a vida do bezerro, no caso de vacas leiteiras é fundamental considerar a secagem da vaca. Esse processo é o responsável por interromper a lactação, ou seja, a vaca não pode ser ordenhada. Isso deve ocorrer dois meses antes da gestação. Assim, evita-se que as vacas emendem lactações, uma vez que esse é o maior causador de colostro pobre em nutrientes.

Homem ordenhando vaca leiteira no curral
A ordenha das vacas leiteiras deve ser interrompida dois meses antes antes do bezerro nascer para que ela possa ter um bom colostro.

Tenha um local com instalações adequadas

No processo de manejo dos bezerros leiteiros, é essencial ter as instalações com os equipamentos ideais para auxiliar e estimular a amamentação dos bezerrinhos. As instalações devem ter bebedouro e comedouro, também é preciso estar atento ao espaço. Esses equipamentos devem comportar todos ao mesmo tempo. Outra característica importante é que esses locais sejam arejados e com disposição de sombra para todos.

Lembre-se que é comum bezerros ficarem doentes, principalmente os recém-nascidos. Sendo assim, é importante que a sua fazenda disponha de um local exclusivo para manter esses animais e tratá-los adequadamente. Dessa forma, você reduz o risco de doenças serem transmitidas para bezerros saudáveis.

Atente-se para que o aleitamento seja correto

Como já dito no início deste artigo, o aleitamento é um processo de extrema importância para a vida dos  bezerros leiteiros recém-nascidos. É fundamental que a primeira mamada seja acompanhada. Veja se o bezerro está conseguindo mamar corretamente. Ela é essencial para reduzir as chances de o recém-nascido adquirir alguma doença. Afinal, o colostro além de ser rico em nutrientes, também o é em anticorpos.

Se não conseguir fazer esse acompanhamento, você precisa atentar-se a alguns sinais que indicam que o bezerro não se alimentou direito ou se nem conseguiu começar a mamar. Caso os tetos estejam inchados e brilhantes é sinal de que há leite acumulado no local. Outro ponto a se considerar é quando o bezerro está com a “barriga funda”.

Lembre-se que todo o processo de aleitamento do bezerro deve ser feito em local limpo. Você pode optar pelo aleitamento natural, que é diretamente da vaca, ou pelo artificial, que é utilizando mamadeiras ou utensílios que simulam os tetos da vaca. É importante que os bezerros se alimentem, pelo menos, duas vezes por dia.

Avalie o tempo necessário para o desmame

O processo de desmame dos bezerros leiteiros não é muito simples e precisa ser feito com muito cuidado. A amamentação é algo que gera prazer para eles. Quando eles são submetidos ao desmame, naturalmente os bezerros ficam muito estressados, o que vai refletir no seu comportamento em geral.

Bezerro com sua mãe no campo
O desmame dos bezerros leiteiros deve ser aos poucos. Dependendo do comportamento, o manejo recomendável é deixá-lo um pouco perto da mãe.

O ideal é fazer o desmame progressivo no manejo de bezerros leiteiros. Nesse modelo, o bezerro passa por um período de adaptação para conseguir fazer a desmama. O tempo em que essa prática vai durar depende da idade, peso e o quanto de concentrado que o animal é capaz de ingerir.

Observe bem o comportamento dos animais

Se o bezerro que ainda mama está muito quieto ou até mesmo muito agressivo, pode ser sinal de que ele não está se alimentando direito. Tente colocar na rotina algumas observações para criar um controle com informações sobre como têm sido os momentos de amamentação dos bezerros.

Dessa forma, é possível identificar se alguma mudança comportamental está relacionada ao alimento. Outro ponto importante para o comportamento dele é deixá-lo um pouco perto da mãe. Isso ajudará a manter ambos mais calmos, o que facilitará, inclusive, a produção de leite da vaca.

Siga o cronograma do calendário de vacinas

É possível inibir doenças e mortes de bezerros seguindo um cronograma de vacinas. Existe um calendário de vacinação desenvolvido pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) que deve ser obrigatoriamente seguido por todo criador. Conte com o apoio de um veterinário para garantir que as vacinações sejam feitas em dia.

Muito importante atentar-se à saúde dos seus animais, pois, assim, além de garantir maior qualidade para o seu gado, você reduz custos operacionais. Essa etapa também é muito importante no manejo de bezerros leiteiros. Se um animal estiver doente, por exemplo, a tendência é que ele não queira se alimentar, não é verdade?

Faça o acompanhamento nutritivo dos bezerros

Você sabe como está o processo de crescimento dos bezerros? Documente e acompanhe a engorda desses animais. Aqui, novamente, reforçamos a importância da figura do veterinário para poder diagnosticar, a partir do monitoramento, se há algo de errado com o bezerro, sendo necessário ou não uma intervenção com medicamentos.

O manejo de bezerros leiteiros precisa de muita atenção e dedicação, não é mesmo? Esperamos que com esta leitura, você consiga otimizar o seu processo de cuidado com os recém-nascidos e com o gado em geral. Somente com boas práticas é possível garantir que eles crescerão fortes, trazendo o retorno financeiro desejado para a sua fazenda.

Veja também: Como reduzir o estresse térmico dos rebanhos de vacas leiteiras?