Manejo de ordenha: conheça as melhores práticas

Manejo de ordenha: conheça as melhores práticas

As melhores práticas no manejo de ordenha são fundamentais para quem cria animais para a produção de leite e derivados. Portanto, elas são importantes tanto para garantir a produtividade leiteira como também evitar o stress dos animais.

Neste texto, explicaremos quais as melhores práticas para manejo de ordenha de animais. Assim, conseguir tirar o máximo de leite do animal sem fazer com que ele se estresse ou que o alimento fique contaminado.

Use a tecnologia ao fazer o manejo de ordenha

Uma das primeiras técnicas de manejo, para conseguir ordenhar animais da melhor maneira possível, é utilizando a tecnologia como parceira. Existem no mercado máquinas que realizam a extração do leite automaticamente, como as ordenhadeiras por exemplo.

Também é possível empregar outras ferramentas para deixar o processo mais eficiente. Existem equipamentos para aferir a qualidade do leite ou para eliminar bactérias prejudiciais ao organismo.

Manejo de ordenha com equipamentos modernos
No manejo de ordenha, o uso de modernos equipamentos proporciona maior produção e leite de qualidade.

Dessa maneira, a sua fazenda ganha agilidade com a manipulação dos animais, permitindo com que você ordenhe mais em menos tempo, o que resulta em mais produto para ser vendido e, por sua vez, mais lucro para a empresa.

Como existem diversas opções no mercado, é importante pesquisar bem para escolher os equipamentos que cabem no seu bolso, serão úteis para a ordenha do leite e na otimização da sua fazenda.

Faça corretamente a higiene e limpeza do local de ordenha

Principalmente para quem utiliza o leite coletado para a venda, é importante que tudo esteja devidamente limpo e esterilizado. Assim, com esse manejo, você conseguirá produzir um leite de qualidade.

Antes de cada ordenha, sempre verifique se o tanque resfriador de leite e o equipamento de ordenha estão limpos. Além disso, o próprio ordenhador precisa ter práticas de higiene.

Quando for ordenhar, é importante lavar as mãos com água e sabão, além de secá-las com papel toalha.

É que as toalhas convencionais podem carregar bactérias que voltariam para a mão, mesmo ela estando aparentemente limpa.

São técnicas importantes de manejo, indispensáveis para uma boa produção leiteira.

Moça faz a limpeza do ambiente de ordenha mecânica
É importante que todo o ambiente destinado à ordenha esteja limpo antes, durante e depois do processo.

Os equipamentos utilizados devem estar sempre limpos, além das mamas dos animais também não apresentarem resíduos que possam contaminar o leite. É importante que essas práticas sejam feitas em cada ordenha.

Utilize técnicas de manejo de ordenha

Existem algumas técnicas de manejo que podem ser utilizadas na hora da ordenha para facilitar a extração do leite. Conhecê-las é importante para conseguir o máximo de eficiência nesse processo.

Primeiramente se dá ao levar as vacas até o local em que será feita a ordenha. É importante que esse processo seja feito de maneira calma e tranquila, para não estressar o animal.

Outra dica interessante de manejo é depositar os três primeiros jatos de leite em uma caneca com fundo escuro e observe o seu aspecto. Dessa, forma, é possível avaliar como está o leite , consequentemente, a saúde da vaca.

Se estiver alterado, com presença de grumos, pus, amarelo ou aquoso, é sinal de mastite clínica. O leite alterado não pode ir para o latão ou tanque.

Ao limpar os tetos da vaca, utilize apenas água potável. Isso é recomendado porque a presença de matéria orgânica acaba inviabilizando o uso de desinfetantes. Além disso, o produto pode causar reações alérgicas ao animal ou até mesmo contaminar o leite.

Preste atenção na descida do leite

É importante lembrar que você está ordenhando um ser vivo. Portanto, é uma prática que envolve reflexos que relaxam os músculos e os bloqueiam, dependendo do estado do animal.

É importante enfatizar que, entre as técnicas de manejo, a ordenha deve ser uma atividade tranquila para o animal, já que o estresse fará com que o leite não desça. Aliás, é importante ter atenção aos fatores externos que podem ocasionar na prisão do leite.

Vacas em local de confinamento antes da ordenha
As melhores técnicas de manejo incluem a qualidade oferecida aos animais. Ambiente sem barulho e ventilado evita o stress das vacas inclusive antes da ordenha.

Evite ordenhar a vaca em locais que tenham muito barulho ou sejam muito apertados, porque também poderá deixar o animal assustado ou incomodado, o que impedirá uma ordenha ideal. Invista em um ambiente tranquilo para a vaca.

Além disso, um animal estressado pode representar um perigo para o ordenhador, caso o local não tenha uma estrutura pensada para evitar ataques do animal.

Então, caso perceba que o bovino está ficando estressado, pare de tentar ordenhar.

Identifique a ocorrência de casos de mastite

A mastite bovina é uma infecção da glândula mamária das vacas. Esse problema pode ter várias causas, como traumas, lesões no úbere ou até mesmo alguma reação química causada pelo contato daquela região do animal com algum produto.

Certifique-se, dessa forma, de que as tetas do animal estão saudáveis antes de realizar a ordenha, afinal, além do processo causar muita dor ao animal, também contaminará o leite, causando prejuízos e outros problemas para a fazenda.

Para prevenir essa doença, outra dica de manejo é oferecer um bom local de repouso para elas, para evitar que machuquem as tetas ao dormir. Além disso, também evite com que elas se estressem, já que essa também pode ser uma das causas para o aparecimento de inflamações.

Outra maneira de evitar que as vacas tenham adquirido essa doença na hora da ordenha é sempre verificar se esse procedimento está feito corretamente. Caso seja pulada alguma etapa ou o ordenhador seja muito agressivo, os traumas podem ocasionar na mastite.

Para ajudar os pequenos produtores de leite, a Embrapa desenvolveu um kit com orientações de manejo no caso de uma ordenha manual, inclusive para identificação de possíveis casos de mastite bovina:

Fonte: Dia de Campo na TV.

Defina os horários das ordenhas

Outra dica de manejo é ter um horário físico para a realização das ordenhas, o que pode ser bastante benéfico para a sua produção. Dessa forma, as vacas poderão se acostumar com a atividade, ficando mais tranquilas na hora da ordenha.

Além disso, é importante estabelecer intervalos regulares, como fazer a ordenha a cada 12 horas. Desse modo também deixará a sua ordenha mais organizada, conseguindo coletar mais leite, de maneira a deixar os seus animais mais contentes.

Vaca deitada com detalhe do úbere
Após a ordenha, é preciso que as vacas tenham um período de descanso. Assim, evitará o stress desses animais.

Além disso, é importante ter em mente que as vacas precisam de um período de repouso para que seu corpo possa produzir o leite que será retirado da próxima ordenha ou que servirá de alimento para os seus bezerros.

Além disso, não se recomenda que os animais fiquem mais de uma hora dentro da sala de ordenha. Ficar muito tempo esperando nesse local causará estresse, o que resultará em uma ordenha incompleta.

Resumo do manejo de ordenha

Abaixo, um resumo dessas técnicas de manejo que vão garantir o sucesso na ordenha das vacas e, consequentemente, uma produção maior de leite.

Antes da ordenha:

  • Manter o rebanho protegido de doenças através da vacinação e acompanhamento de um profissional;
  • Aparar com frequência os pelos da cauda e próximos ao úbere;
  • Utilizar a identificação dos animais para a separação dos que estão em tratamento ou observação;
  • Cuidar para que a condução até o local de ordenha não provoque estresse, nem lesões;
  • Garantir a manutenção e higienização correta dos equipamentos e utensílios de ordenha.

Durante a ordenha:

  • Realizar o pré-dipping (desinfecção dos tetos antes da ordenha, através da aplicação de produto antisséptico) e secar;
  • Dispensar os três ou quatro primeiros jatos, eliminando microorganismos e identificando possível mastite;
  • Ordenhar até o esgotamento total do leite;
  • Fazer a desinfecção dos tetos após a ordenha (pós-dipping);
  • O uso da água na higiene da ordenha somente é indicado quando os tetos estão com muita matéria orgânica como lama e esterco. O uso de água pode causar contaminação;
  • Cuidar para que o ambiente de ordenha seja de fácil limpeza, tenha boa drenagem, boa circulação de ar, sem barulho e iluminação;
  • Garantir a boa saúde do ordenhador, assim como ter rigor com a limpeza de suas roupas, usar botas e boné.

Após a ordenha:

  • Resfriar o leite imediatamente após a ordenha. Deve-se alcançar aproximadamente 4°C em até duas horas;
  • Limpar equipamentos, utensílios e ambiente da forma correta e com os produtos corretos, antes de começar a formar resíduos nas tubulações;
  • Limpeza do tanque logo após a retirada do leite.
Após a ordenha, leite é colocado em recipiente
Após a ordenha, o leite deve ser imediatamente resfriado para manter a sua qualidade. sem risco de contaminação.

Assim, conhecendo melhor essas dicas de como ter um ótimo manejo de ordenha na sua fazenda, você conseguirá extrair leite de qualidade das suas vacas, além de evitar estresse nos animais.

Confira também nosso artigo sobre a importância do conforto térmico e seu impacto na criação de vacas leiteiras.

Post Relacionado