O crescimento do mercado de produtos orgânicos no Brasil

O crescimento do mercado de produtos orgânicos no Brasil

Os brasileiros estão cada vez mais preocupados com a qualidade dos alimentos que compram para a família. Com o aumento do número de agrotóxicos permitidos pelo Ministério da Agricultura para uso na agricultura, os alimentos orgânicos ganharam destaque no mercado como uma alternativa para uma alimentação considerada “mais saudável”.

 

Mesmo antes dessa medida do governo, os consumidores já estavam antenados e interessados em melhorar a alimentação, agregando saúde e sustentabilidade.

 

Hoje, a escolha por comprar produtos orgânicos tem se tornado uma questão de sobrevivência a longo prazo e muitos consumidores identificaram o excelente custo-benefício que os orgânicos proporcionam.

 

Vamos conhecer um pouco mais sobre o crescimento do mercado de produtos orgânicos no Brasil!

 

 

O que são produtos orgânicos?

 

Os produtos orgânicos são aqueles livres de agrotóxicos, fertilizantes e transgênicos. São produzidos de forma natural, através de uma ideologia e cultura respaldadas no respeito à natureza.

 

Dentro da agricultura orgânica, o objetivo vai muito além de oferecer aos distribuidores e consumidor final um alimento de maior qualidade. O foco é atuar dentro de uma cadeia de produção que visa o equilíbrio ambiental, tanto para o homem quanto para a natureza.

 

Sigla indicando 100% natural

 

Para isso, os produtores precisam seguir as normas de regulamentação e cumprir com todo o protocolo de legislação sanitária, garantindo assim ao consumidor que de fato ele está adquirindo um produto orgânico.

 

É preciso respeitar o uso do solo, ar, água e todos os demais recursos naturais necessários para um bom plantio. Tudo se dá de forma natural e sem qualquer aditivo químico, daí o termo orgânico.

 

 

Produtos orgânicos no Brasil estão em amplo crescimento

 

O cenário para os produtores de orgânicos se mostra cada vez mais promissor. O panorama desse mercado é muito positivo para o setor, tanto que uma pesquisa realizada pela Organis (Associação de Promoção dos Orgânicos), mostra que o setor movimentou R$ 4,6 bilhões em 2019. Isso representou um crescimento de 15% em relação ao ano anterior, quando o setor faturou R$ 4 bilhões.

 

Cerca de 19% dos consumidores ouvidos na pesquisa afirmaram terem feito uso de algum produto orgânico nos últimos 30 dias. Isso mostra que, mais do que nunca, a saúde e a preocupação com a sustentabilidade estão cada vez mais presentes na vida dos brasileiros.

 

De acordo com estimativa apresentada também pela Organis, este ano o setor de produtos orgânicos no país deve crescer cerca de 10%. Mesmo diante da crise econômica, a busca pelos orgânicos tem se mostrado constante, porque, para esses consumidores, na hora de comprar alimentos, a “lei do mais barato” não é a que impera.

 

Até porque, optar pelos alimentos industrializados ou produzidos de maneira tradicional, com agrotóxicos, pode sair caro no final das contas, porque, para o consumidor, há o risco de uma série de problemas de saúde.

 

Estima-se que ao menos 20% dos consumidores do país comprem produtos de origem orgânica ao menos uma vez por mês. É uma tendência de mercado que só deve aumentar e é sem volta, porque envolve toda uma estrutura social, sustentável e econômica.

 

 

Maiores consumidores de orgânicos estão na região Sul

 

A região sul do Brasil é a que mais consome produtos orgânicos, com 23% da população já adquirindo e fazendo uso dos produtos naturais e livres de agrotóxicos.

 

Dentre os alimentos mais procurados estão as frutas e verduras, que aparecem como prioridade na lista de compra de produtos orgânicos.

 

Mesa com variedade de frutas, legumes e verduras orgânicas
Frutas e verduras orgânicas são as mais procuradas pelos consumidores.

 

Diante desse crescimento da demanda, muitos supermercados já contam com uma seção dedicada exclusivamente aos alimentos e produtos orgânicos. Mas, é na feira livre que as pessoas mais buscam por esses alimentos.

 

 

Como saber se um produto é orgânico?

 

Se você nunca consumiu um produto orgânico, mas tem interesse em começar a se alimentar de forma mais saudável e com respeito à natureza, é importante saber como identificar se um produto é ou não orgânico.

 

Nas embalagens, há um selo de garantia que é oferecido pelo Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica (SisOrg). É bem fácil visualizar e comprar sem ter dúvidas de estar levando algo não orgânico para a casa.

 

No vídeo abaixo, dicas para comprar produtos orgânicos sem riscos de ser enganado:

 

Fonte: Câmara dos Deputados

 

Além do selo, os consumidores ficam muito atentos no preço e aparência do alimento. Mas, por conta de os produtos orgânicos terem um valor de mercado um pouco mais elevado, é isso que acaba determinando a escolha ou não de um determinado produto.

 

Todavia, vale lembrar que não há maior custo-benefício do que garantir um alimento sem produtos químicos, com sabor muito mais preservado e sem riscos de causar doenças no futuro.

 

 

Doenças que podem ser causadas pelo uso de alimentos com agrotóxicos:

 

  • Infertilidade
  • Câncer
  • TDHA – Transtorno de Déficit de Atenção
  • Hiperatividade
  • Hipotireiodismo
  • Problemas renais
  • Doenças no fígado
  • Alergias
  • Doenças do coração
  • Depressão
  • Malformação de feto

 

 

Manifesto pela sustentabilidade e bem-estar

 

É inegável que optar por um alimento sem agrotóxicos oferece diversos benefícios para a saúde. Cada vez mais ouvimos falar sobre o uso consciente de defensivos agrícolas e em muitas lavouras que fazem o uso correto não teríamos problemas, no entanto, não temos como diferenciar de um produtor que faz uso indiscriminado, daí a opção de consumir produtos orgânicos, quem não quer correr esse risco.

 

Loja vendendo produtos orgânicos
Os produtos orgânicos são cada vez mais encontrados no comércio e há até seções exclusivas.

 

Os especialistas no setor analisam o crescimento do mercado de orgânicos como uma iniciativa que tende a ser cada vez maior, envolvendo diferentes frentes. Além da iniciativa privada e pública, envolve também produtores e ONGs ligadas às questões ambientais.

 

Novas marcas e produtos deverão surgir, assim como restaurantes devem oferecer um cardápio com esse tipo de atrativo, apresentando aos clientes uma refeição cada vez mais saborosa e saudável.

 

Não resta dúvida de que estamos diante de uma mudança global e que irá impactar não apenas o mercado de produção agrícola. Novas inciativas educativas, sustentáveis com base em economia social e criativa, devem ganhar força nos próximos anos e o setor de produtos orgânicos está totalmente alinhado com essas tendências.

 

Vale lembrar que os produtos orgânicos não são apenas alimentos. O mercado abrange também os produtos de limpeza e cosméticos já fabricados de forma orgânica. E a boa notícia, como podemos observar, é que os consumidores estão de olho nessas opções e cada vez mais interessados em consumir produtos sustentáveis. Portanto, o crescimento do setor está apenas começando!

 

 

Principais produtos orgânicos produzidos no Brasil:

 

  • Cana-de-açúcar
  • Soja
  • Gengibre
  • Cacau
  • Arroz
  • Café
  • Guaraná
  • Manga
  • Morango
  • Uva
  • Pêssego
  • Rapadura
  • Banana
  • Tomate
  • Leguminosas em geral

 

Confira outros conteúdos agropecuários e fique por dentro do mercado. Já consome produtos orgânicos? Esperamos que este texto possa te ajudar na decisão sobre quais produtos consumir.

 

No MF Rural você vai encontrar muitos anúncios de produtos orgânicos. Acompanhe!