Como fazer uma adubação com esterco? Entenda!

Como fazer uma adubação com esterco? Entenda!

Muito tem se discutido sobre a utilização do esterco para adubação de plantações. Essa é uma técnica que existe há muito tempo, principalmente entre pequenos produtores, mas os benefícios são tantos que agricultores com produções maiores também estão adotando este tipo de adubação.

A utilização do esterco auxilia na redução de perda de nitrogênio, na retenção de fósforo no solo e também melhora a qualidade da agricultura, pois estimula o crescimento, além de ser uma opção mais econômica e natural.

Se você deseja aplicar em seu plantio e saber como fazer a adubação com esterco confira este post, apresentamos todos as informações a seguir. Boa leitura.

Veja os benefícios de fazer a adubação com esterco

No início, apontamos algumas vantagens ao escolher o esterco para o plantio, por ter uma ação duradoura, o adubo orgânico melhora consideravelmente os aspectos físicos e biológicos das plantas.

Abaixo, veja outros benefícios que podem ser oferecidos para a sua lavoura:

  • reduz o processo de erosão;
  • oferece mais nutrientes às plantas;
  • retém maior quantidade de água;
  • equilibra a temperatura do solo durante o dia todo.

Além disso, a utilização do esterco pode ser considerada uma forma sustentável, pois os resíduos que são utilizados no processo de produção do adubo orgânico são aqueles que seriam descartados e, muitas vezes, de forma indevida, trazendo malefícios para o meio ambiente.

Escolha o esterco que tenha qualidade para a adubação

Geralmente, o esterco utilizados é de cavalo, coelho, galinha ou vaca e existem duas formas de adquiri-lo: você pode comprar de lojas de jardinagem ou diretamente dos criadores de animais, encontre vendedores no site MF Rural.

O produto comprado diretamente dos produtores garante melhor qualidade, pois a concentração de nutrientes é maior do que o do comercializado em lojas. Entretanto, esta segunda opção necessita de mais cuidados e é necessário fazer a curtição do esterco para que ele esteja pronto para uso.

Se você aplicar o esterco fresco, ele pode queimar a sua cultura devido aos altos níveis de nitrogênio, além de conter microrganismos que podem fazer mal à sua saúde. O processo é mais lento, mas garante qualidade na sua produção.

Entenda como curtir o esterco

Para curtir o esterco você deve escolher como fazê-lo. Existem algumas opções como composteira ou minhocário, caixotes e pilhas ou valas, mas independentemente do local reservado para o curtimento, você deve intercalar entre uma camada de esterco e outra de resíduos orgânicos ou serragem. O ideal é medir em torno de um palmo por camada.

Sempre controle a umidade do solo para que tenha sucesso no processo de curtimento. Para saber se está pronto para uso preste atenção no aspecto, na tonalidade e no odor. A aparência deve estar com uma coloração acinzentada e seca, além disso, não deve ter cheiro nenhum.

Geralmente, para atingir o ponto correto no processo, o esterco precisa ter outro aspecto, a sua forma bruta deve sumir. Além disso, demora em torno de três a seis meses, pois o clima da região e o local da produção são fatores que influenciam nesse tempo.

Lembre-se de que todo cuidado é necessário para o manuseio de materiais orgânicos, principalmente o esterco, pois, como dissemos, pode conter alguns microrganismos que fazem mal à saúde, como a salmonela.

Caso ainda tenha dúvidas, veja no vídeo abaixo, dicas de como curtir o esterco antes de fazer a adubação.

Fonte: Frutíferas Orgânicas

Veja a quantidade correta da adubação com esterco

A quantidade do adubo varia em relação ao tamanho da sua produção e também ao tipo de esterco utilizado, pois se for o esterco de gado é uma quantidade e o de galinha exige uma quantidade menor.

Ela pode ser feita desde em canteiros e vasos até grandes culturas, o esterco não deve ser utilizado em pedaços, por isso, se o aspecto dele estiver em tabletes, desfaça para melhor se misturar com a terra.

Esterco curtido
Esterco curtido, lembre-se de dissolver pedaços maiores na adubação

Veja abaixo algumas proporções que geralmente são utilizadas em vasos e em grandes áreas de plantio:

Vasos

Antes de colocar o esterco no vaso, coloque entre 20 e 30 centímetros de terra, a medida ideal para este espaço é utilizar uma parte de esterco para duas de terra, aplicar também meia parte de areia. Não se esqueça de terminar o processo com uma camada de substrato para evitar que moscas sejam atraídas.

Pitaya germinando em plantio com esterco
Plantio de pitaya em vaso com terra adubada com esterco

Grandes áreas de plantio

A quantidade de adubo orgânico utilizado em grandes áreas depende do esterco manuseado. Por exemplo, se você usar o de vaca será necessário aplicar em torno de 30 toneladas por hectare, já o esterco de galinha será necessário aplicar 10 toneladas.

O adubo é lançado e logo em seguida é feita a incorporação do produto ao solo por meio da utilização de enxada rotativa.

A quantidade usada de esterco de curral curtido deve ser sempre calculada conforme o metro quadrado a ser manipulado.

Entenda como deve ser o transplante de mudas

Utilizar o adubo orgânico no cultivo traz muitos benefícios e utilizá-lo já no primeiro transplante de mudas é essencial para fortalecer a planta, pois os nutrientes encontrados no esterco auxiliam neste processo e no crescimento do plantio.

Deve ser aplicado pelo menos 10 dias antes do transplante, diretamente na terra, no sulco do plantio das mudas. Lembre-se que é importante seguir a quantidade correta do esterco utilizado para evitar danos na lavoura e, por consequência, perdas na produção.

Faça testes com a adubação orgânica

Esse pode ser um dos pontos principais se você utiliza adubo mineral e quer fazer a transição para o uso de adubo composto por esterco. Já se sabe da qualidade de produtos orgânicos em plantios e fazer esta opção pode ser mais vantajoso para o seu negócio.

Para isso, indica-se fazer testes em pequenas áreas para que o solo e as mudas se adaptem ao novo processo que será inserido. Conforme as melhorias visíveis, mude aos poucos para a adubação orgânica, você verá ótimos resultados.

Outra dica, é fazer a utilização da ureia com o fertilizante, pois ela tem grandes quantidades de nitrogênio e outros nutrientes que complementam o adubo e auxiliam na produção, desenvolvendo plantas mais fortes e saudáveis.

Ficou interessado e quer saber mais sobre adubação com esterco? Então não deixe de ver as opções que oferecemos em nossa página. Confira os nossos fertilizantes orgânicos.

Fique por dentro das novidades do agronegócio acessando nossa página de notícias.