15 coisas que só quem morou na roça conhece

15 coisas que só quem morou na roça conhece

Quem mora ou já morou na roça sabe que essa é uma experiência única, que marca todas as fases da vida de uma maneira especial, desde a infância até à velhice.

A vida no campo costuma ser bem diferente da cidade. Apesar de existirem, sim, algumas dificuldades, morar na roça é algo que todas as pessoas deveriam experimentar, pelo menos uma vez na vida, nem que seja por apenas alguns meses.

Falando assim, até parece exagero, mas o fato é que a vida no campo está associada a vários aspectos que são importantes para qualquer ser humano. O contato com a natureza, a liberdade, a proximidade com a terra e com as coisas simples e a possibilidade de ter uma alimentação absolutamente saudável, deveriam ser regras de vida para todos.

Criança em meio a plantação
O contato com o campo e as coisas da roça é extremamente saudável

No entanto, a vida na cidade está muito longe de oferecer esses privilégios. Com este artigo, queremos destacar o prazer de se viver longe da loucura das grandes metrópoles e evidenciar coisas simples, mas tão valiosas que só quem viveu na roça conhece.

Coisas da roça

Acompanhe o texto e veja se você se identifica com essas 15 coisas que só quem morou na roça conhece e se você concorda que poucas coisas são tão incríveis como a vida no campo.

Cerca velha de madeira numa fazenda.
Até uma cerca velha pode ser uma boa lembrança da roça

1. O bom e velho fogão de lenha

Roça é sempre sinônimo de fogão a lenha e não há nada melhor do que uma comida quentinha feita naquela estrutura toda de barro. O sabor, sem dúvida, é muito diferente dos fogões convencionais. Para ficar um pouco melhor, a panela de barro consegue dar um sabor ainda mais especial à comida.

Fogão a lenha aceso com panelas
O sabor de uma comidinha no fogão a lenha não tem igual. Quem já experimentou sabe o que estamos falando.

Já que falamos em fogão de lenha, “solta o play” no vídeo abaixo enquanto continua sua leitura, música do Chitãozinho e Xororó.

Fonte: victoriun

2. Fruta colhida do pé

Quando a gente come aquela fruta fresca que acabou de ser colhida do pé, é como se ela fosse cinco vezes mais gostosa do que a que compramos por aí. E não é para menos. A fruta recém colhida, ao natural é bem mais gostosa e parece até mais doce.

Criança nos ombros do pai colhendo fruta direto do pé
Colher fruto direto do pé tem um sabor todo especial. Na roça isso é rotina!

3. Recolher os ovos da galinha

Tudo bem que é um desafio pegar os ovos da galinha sem irritá-la, mas essa é uma experiência muito especial que faz com que tenhamos ainda mais percepção do quanto a natureza é perfeita.

Galinha chocando ovos
Você já tirou os ovos de uma galinha? Só mesmo coisas que acontecem na roça!

4. Banho de rio

Há quem ame praia, mas nada se compara a um banho naquele riozinho para se refrescar de um dia de calor ou até mesmo no açude que, às vezes, é mais perto de casa.

5. Leite direto da vaca

O leite fresquinho e saudável que tiramos direto da vaca pode até ter um gosto estranho para quem é da cidade. Mas, quem morou na roça está acostumado com ele e não trocaria por nenhum leite em caixinha.

Homem tirando leite da vaca
Outra experiência incrível que só acontece na roça: que tal tirar um leitinho direto da “fonte”?

6. Contato com a natureza

Na cidade, o concreto e o asfalto faz com que deixemos de ter contato direto com a natureza. Já na roça, todos os dias, pisamos na terra, respiramos ar puro do campo, com qualidade de verdade e podemos olhar, tocar e cheirar as flores e subir nas árvores que estão por toda parte. Se você já morou na roça com certeza já vivenciou essa experiência.

7. Moinho de café

Quem não conhece acha que é uma geringonça muito antiga. Mas, não faz muito tempo que o moinho de café era peça fundamental para moer os grãos de café na roça e o resultado final era aquele cafezinho saboroso que ninguém conseguia resistir, que ficava ainda mais gostoso depois de passar por um coador de pano.

8. Tramela como fechadura

Como morar na roça sempre foi seguro, não precisa de cadeado para trancar portas e janelas. Uma simples tramela já dá conta do recado e garante uma noite de sono tranquila.

9. Moringas de barro

Para deixar a água protegida e bem guardada, a moringa de barro sempre foi a melhor opção. É claro que ela deixa aquele gostinho de barro bem lá no fundo, mas esse é o diferencial e nada que atrapalhe saciar nossa cede.

10. Poço de água

Por falar em água, os poços caipiras sempre estiveram presentes na maioria das casas das roças. Hoje, o fornecimento de água é mais evoluído, mas ainda assim há propriedades que mantém seu poço em atividade, mesmo que mais moderno, ou seja, o sistema artesiano.

Poço de água na roça
Tradicional “poço caipira” era fonte de água para uma propriedade rural.

11. Quadros de família

É muito difícil entrar em uma casa da roça e não encontrar aqueles quadros antigos com fotos de parentes mais velhos pendurados na parede. Elas podem até parecer meio estranhas, mas aquelas fotografias com molduras acentuadas são um retrato da nossa história.

12. Comidas saudáveis e bem diferentes

Uma das vantagens de morar na roça é ter acesso a um cardápio natural e bem saudável. O que hoje as pessoas da cidade chamam de comida orgânica e querem tanto ter acesso, no campo a gente conhece bem e encontra até no quintal de casa.

Prato de arroz com pequi
Existem muitas receitas, mas a mais simples é o tradicional arroz com pequi.

Mas, convenhamos que alguns alimentos muita gente que não é acostumada poderia até achar estranho, como aquele arroz com pequi que só quem é da roça sabe apreciar.

13. Lamparinas de querosene

Nem sempre teve luz elétrica no campo e já houve uma época em que, depois do sol se pôr, era preciso recorrer à lamparina que ficava acesa até a hora de dormir.

14. Contato com os animas

Uma das coisas mais legais para quem já morou ou mora no campo e que não dá para esquecer, é o contato com os animais. Bois, vacas, galinhas, porcos, cavalos e alguns outros bichos sempre fizeram parte do dia a dia dos filhos do campo e alimentá-los é uma tarefa incrível.

Crianças dando alimento para um cavalo
Crianças alimentando animais. Coisas que só acontecem para quem mora na roça.

15. Fim de tarde na varanda de casa

Na roça não precisa de enormes portões e cercas de segurança e é por isso que é tão comum as casas terem varanda de frente para a rua. E é ali que nos sentamos todo fim de tarde, depois do trabalho no campo, para ver o movimento da rua e dar “oi” para os vizinhos e ter aquela conversa boa com um parente ou amigo que não dá vontade de terminar.

Se você sentiu saudades da roça depois de se lembrar dessas coisas, é sinal que soube aproveitar tudo o que viveu. Para quem ainda mora no campo, aproveite cada momento e não se esqueça que um dia as coisas podem ser diferentes e talvez não dê mais para voltar. Para quem não morou no campo, fica a dica. Nem que seja passar alguns dias. Vale a pena!!

Desenho de família seguindo para fazenda
Que tal a experiência única de viver alguns dias na roça? Nunca é tarde para pensar nisso e levar a família.

Gostou desse artigo? Quer conhecer mais sobre nós? Acesse o nosso site e conheça produtos e serviços anunciados por pessoas de todo Brasil.

Veja também: Cavalos têm sentimentos? O que dizem estudos?